14 março 2009

BURAKA SOM SISTEMA



Lil John e Riot começaram a fazer música juntos quando eram, ainda, adolescentes. Mais tarde, associam-se ao produtor angolano Conductor, que trouxe à dupla a sua experiência nas sonoridades africanas ligadas ao Kuduro. Nascia assim o embrião daquilo que viriam a ser os Buraka Som Sistema. O trio foi, então, beber inspiração na música que ouvia, fundindo sons de géneros tão distintos como o techno, drum'n'bass, hip hop e dance. Essa fusão faz com que sejam frequentemente apelidados como os fundadores de um novo som electrónico, designado por kuduro progressivo. O primeiro single da banda chegou em 2006. "Yah"' foi a música que deu a conhecer os Buraka Som Sistema. Esse tema contou com a participação de Petty e Kalaf que, dadas as colaborações frequentes com o colectivo, são considerados membros honorários. Mais tarde, "Yah" foi incluído no EP "From Buraka To The World", do qual consta, igualmente, o hit "Wawaba". O som único dos Buraka tem-lhes rendido a aclamação do público e da critica, dentro e fora de portas, incluindo a distinção da revista "Fact" para "Single do Ano", por "Yah!" e a nomeação para "New Sounds of Europe" nos prémios da MTV, ambas em 2007. Além disso, levaram a sua energia e espectáculo cativantes ao Brasil e a diversos festivais europeus, como o de Glastonbury, o Roskilde, o Nova Sadi Exit Festival, o Cannes Pantiero Festival e o Instambul Rock'n'Coke Festival. No palmarés do grupo luso constam, igualmente, colaborações com Santogold, Switch, Pongolove, Nolay, Cool Hipnoise (no tema "Kita Essa Dama"), Da Weasel (na remistura de "Dialectos de Ternura") e os brasileiros Bonde do Rolê (na canção "Maria Gasolina"). Ainda em 2007, os Buraka Som Sistema juntaram-se ao atleta Francis Obikwelu, para protagonizar um anúncio publicitário de uma conhecida marca desportiva. O spot, distribuído apenas na internet, havia de ser sonorizado com um tema da banda. Em 2008, o colectivo colaborou com a britânica M.I.A., DJ Znobia, Saborosa e Puto Prata no tema "Sound of Kuduro", em antecipação ao seu novo álbum, "Black Diamond". O vídeo para essa canção foi gravado pelos Buraka aquando de uma viagem a Angola e inclui imagens de crianças a dançar na rua, apesar de toda a violência que os rodeia. "Black Diamond" sucede ao EP "From Buraka To The World", que deu a conhecer o kuduro progressivo do trio. Aquele que é primeiro longa-duração da banda, saiu no final do Verão de 2008, contém várias referências políticas, nomeadamente à corrupção ligada aos diamantes e ao petróleo. O disco rapidamente ascende ao top ten nacional de álbuns - um feito para um projecto de música mais underground. [Samuel Cruz]

DISCOGRAFIA


UAH! [7"Single, Red Bull Home Groove/Enchufada, 2006]


FROM BURAKA TO THE WORLD [CD, Enchufada, 2007]


SOUND OF KUDURO REMIX EP [CD Single, Enchufada, 2008]


KALEMBA [12"Maxi, Enchufada, 2008]


BLACK DIAMOND [CD, Enchufada, 2008]


SOUND OF KUDURO [12"EP, Enchufada, 2008]


SOUND OF KUDURO [CD Single, Fabric Records, 2009]


RESTLESS [CD Single, Fabric Records, 2009]


IC19 [12"Maxi, Mad Decent, 2009]


IC19 [CD Single, Fabric Records, 2009]


KOMBA [CD, Enchufada, 2011]

COMPILAÇÕES


ACORDA! NOVA MÚSICA PORTUGUESA EM MP3 [CD, Cobra Records, 2006]


E-SPAM [CD, Enchufada, 2010]

PRESS
Espalha Brasas, Ricardo Rainho, Revista Blitz 28, 10-2008

0 comentários: