13 abril 2009

RUGE RUGE



Em 1981, em Braga, Manuel Leite (baixo, futuro Rongwrong), Paulo Trindade (guitarra e teclas, futuro Rua do Gim e Os Seis Graus de Separação) e Zé Levis (bateria) decidem formar uma banda a que chamaram Ruge Ruge numa alusão aos farricocos tão típicos da Semana Santa da sua cidade. O letrista era o Zé Cristovam e a composição das músicas ficaram a cargo dos dois primeiros. Ensaiava na garagem do "Cavalo de Tróia", famosa e pitoresca professora liceal de inglês que toda uma geração conheceu (foi minha professora e fiquei sem aprender nada durante esse ano!!!). O projecto durou apenas um ano e os ensaios pareciam autênticos concertos, cheios de pessoas que acorriam aos mesmos por se realizarem na garagem com a porta aberta. As letras eram muito boas, revelando a boa fase por que Zé Cristovam passava. Um dia, o Paulo Trindade, que se vinha já revelando como dono e senhor dos instrumentos, interrompeu abruptamente o projecto que se apresentava deveras interessante e criativo, e que ainda hoje é lembrado como semente da movida bracarense dos anos 80, juntamente com os AuAuFeioMau, os PVT Industrial ou os Subverso. Para a memória fica uma das excelentes letras de um tema: "Imagina agora / Se imaginar te consentem / que uma palavra ou um corpo / te tomavam de assalto / Essa cabeça vazia / E pedem-me que te diga / se é o veneno / ou a corda / o meio que mais te convém / Imagina agora".

CASSETES
Demo Tape 1984 29:33

0 comentários: