05 abril 2009

URBANATURE



Apesar dos seus elementos serem originários do Porto, a história dos Urbanature começou em Coimbra em 1996 quando Luís Madureira começou a fazer umas brincadeiras e a estudar uns sons com o computador. João Marques (guitarra) juntava-se-lhe de vez em quando e, para além de colocar sons de guitarra sobre toda aquela amálgama sonora, também se mostrava curioso pela parte electrónica e utilização de samplers. Naquela altura ambos faziam parte de um projecto chamado Valium, conjuntamente com Francisco Cardoso (bateria), pelo que aquelas experiências eram encaradas como uma actividade alternativa. Mais tarde, o projecto começa a sedimentar-se com a entrada de Nuno Camacho (baixo) e os sons "a brincar" começam a ganhar forma de temas onde linhas ambientais se vão cruzando com electrónica de contornos agrestes e pontualmente dançaveis. Enviaram uma demo intitulada "Volume 1"para a então existente revista "Promúsica" que seleccionou duas faixas para edição nos seus CD's promocionais, o que obrigou os membros do grupo a encarar o projecto com mais seriedade. Gravaram mais duas maquetas, uma das quais se chamava "100% Natural" e procuraram tornar o projecto mais analógico de forma a poderem exibir-se ao vivo. Editaram "Evergreen" em 1999 pela Independent Records e deram por concluídas as suas actividades. Houve quem dissesse que grande parte dos sons presentes nas suas faixas eram retiradas de sites da internet. Más linguas?...

DISCOGRAFIA


EVERGREEN [CD, Independent Records, 1999]

COMPILAÇÕES


PROMÚSICA 03 [CD, Promúsica, 1997]


PROMÚSICA 12 [CD, Promúsica, 1997]


ALTERNATIVE WORLD [CD, Independent Records, 1999]


PROMÚSICA 26 [CD, Promúsica, 1999]

PRESS
Verde Acinzentado, Filipe Pedro, Raio X nº 20 de 13-04-1999
O Fantasma da Máquina, Jorge Manuel Lopes, Blitz nº760, 25-05-1999

0 comentários: