30 maio 2009

EYE



Oriundos de São Pedro do Sul, Viseu, os Eye foram uma banda pop criada em inícios de 1999 por Catarina (aka Cat, voz), Rui Saraiva (baixo) e Jorge Sumatra (guitarra). Luís Nobre (bateria) e Miguel Ângelo (teclas, guitarra) surgiam como músicos de apoio. Os temas do grupo eram compostos sobretudo por Catarina que, na altura da criação do projecto, tinha apenas 15 anos. Numa fase embrionária, a banda rodou no circuito de bares local tocando covers. Rui e Jorge já tinham algum background musical, o que lhes permitia um certo à vontade na execução das versões. Dado o facto da banda poder beneficiar de um estúdio de gravação próprio, gravaram neste a maquete daquele que será o seu primeiro trabalho oficial, "Things Will Change". O disco será editado em 2000 pela MVM, uma editora independente. Foi uma estreia promissora! Comercialmente, o êxito foi relativo, porém suficiente para que uma multinacional - a Universal -, contratasse a banda, oferecendo-lhe maior visibilidade. É assim que o registo de estreia é reeditado, alavancando a exposição do projecto. Enquanto "Things Will Change" foi totalmente composto e cantado em inglês, "Mood", o segundo trabalho incluirá três temas em português: "Não Me Esqueças", "Gotas No Pensamento" e "A Sombra de um Abraço", esta última da autoria de Pedro Abrunhosa. Neste disco participa o pianista Bernardo Sassetti.

DISCOGRAFIA


BREATHE AGAIN [CD, MVM Records, 2000]


THINGS WILL CHANGE [CD, Universal, 2001]


SLEEP WITH ME TONIGHT [CD Single, Universal, 2001]


STARS BEHIND YOU [CD Single, Universal, 2001]


MOOD [CD, Universal, 2002]


GOTAS NO PENSAMENTO [CD Single, Universal, 2002]


THERE'S NO TIME TO HESITATE [CD Single, Universal, 2002]

COMPILAÇÕES


A VIDA SABE BEM [CD, Universal, 2001]


O MELHOR DA MÚSICA PORTUGUESA [CD, Universal, 2002]

PRESS
Respiração Suspensa, Sónia Pereira, Blitz nº 823 de 08-08-2000
O Que Mais Poderá Mudar?, Ricardo Braga, Promúsica 44 de 09-2000
Descentralização, Gonçalo Palma, Blitz nº 904 de 26-02-2002
De Olhos Bem Abertos, Ana Rita Costa, Raio X nº 44 de 04-2002

0 comentários: