30 maio 2009

FIONA AT FORTY



Vindos de Oeiras e formados por Diogo (voz), Rui Camões (guitarra), António (guitarra), André Santos (baixo) e Cuca (bateria), os Fiona At Forty nasceram em 2001, tendo editado comercialmente o seu primeiro trabalho de longa duração apenas seis anos depois. Absorvendo em catarse a harmonia do rock alternativo, do hardcore - emo/screamo - e do punk, a banda é mais um dos estandartes destes tipos de música que actualmente proliferam em Lisboa e subúrbios. Em 2003, o projecto havia já lançado a expensas próprias um MCD homónimo com cinco músicas da sua autoria que lhes abrira as portas para o circuito underground nacional. A banda é eclética em gostos musicais. Bandas como Bad Brains, Gorilla Biscuits ou Quicksand são bandas que estão na base do conceito Fiona at Forty. Existem bandas que constituem o ponto unificador de todos os gostos como At The Drive-in, Glassjaw, Refused, The Used, Hot Water Music e outras, mas os elementos da banda sempre desajaram fazer algo mais para além do rock e daí não se estranhe a presença de uma cover de "My Funny Valentine" de Chet Baker no último disco. De referir que passaram também pelo grupo dois outros músicos: Tiago Proença (voz), Raul Fino (bateria) e Gil Chagas (bateria).

DISCOGRAFIA


FIONA AT FORTY [CDR, Edição de Autor, 2003]


BLOODLOSS IS A SPORT [CD, Raging Planet, 2007]

COMPILAÇÕES


ROCK SOUND 08 [CD, Rock Sound, 2003]


ENTULHO SONORO 02 [CD, Underworld, 2007]


ATAQUE FRONTAL [2xCD, Impulso Atlântico, 2008]

0 comentários: