16 maio 2009

OS JETS



Banda liderada pelo futuro jornalista João Alves da Costa (bateria) e que gravou um disco, "Let Me Live My Life". Percursores do psicadelismo em Portugal, os Jets foram responsáveis por uma sonoridade fuzz então praticamente inexplorada no nosso país. A banda era constituída por Ricardo Levy (guitarra ritmo), Júlio Leitão Gomes (guitarra solo), Mário Jesus Augusto (baixo), João Alves da Costa (bateria) e João Vidal Abreu (órgão). Filho do mais velho jornalista desportivo do mundo em actividade, Aurélio Márcio, João Alves da Costa é ele próprio um antigo jornalista desportivo ("A Bola"), mas presentemente mais ligado à investigação do basfond lisboeta, tendo escrito vários títulos sobrea a temática, entre os quais se destaca "Droga e Prostituição em Lisboa". João Vidal continuará a sua carreira musical em Espanha, onde fará parte dos Grimm e Barrabas. Venceram a quarta eliminatória do Concurso Yé-Yé realizado no dia 18 de Setembro de 1965, no Teatro Monumental, em Lisboa. Na altura, já com cinco anos de existência, os Jets não tiveram dificuldade em vencer a eliminatória. A formação que actuou tinha apenas um ano de existência e era consituída pelos já referidos Júlio Leitão Gomes, Mário Jesus Augusto, João Vidal Abreu (guitarra ritmo, nesta actuação) e João Alves da Costa, bem como o italiano Giuseppe Fiurellino (voz). Na actuação, cantaram "Again", "I Am Working", "I Can't Get No Satisfaction" e "I Need You". Segundo relatos da época, os Jets foram o delírio, especialmente o baterista, que "empolgou a jovem assistência". "Foram um espectáculo!".

DISCOGRAFIA


LET ME LIVE MY LIFE [7"EP, Tecla, 1967]

COMPILAÇÕES


LISBON GOES POP [LP, Vértice, 1969]


BIOGRAFIA DO POP-ROCK [2xCD, Movieplay, 1997]


PORTUGUESE NUGGETS 01 [LP, Galo de Barcelos, 2007]

3 comentários:

alba-cromos disse...

http://musicasdosanos60.blogspot.com/2011/05/loja-de-discos-vinyl-do-luis-futre.html

numa das fotografias vê-se um poster grande com os jets. Quando vi um poster grande ainda pensei que fossem uns homónimos mas está lá o nome da editora Tecla.

Anónimo disse...

tenho um dos poucos posters que existe desta banda...

Bourbonese disse...

Já vi um na Groovie Records. Será esse? Para mim, os Jets foram um dos melhores projectos da´sua época.