02 junho 2009

BUDHI



Formação de S. João da Madeira criada em meados de Novembro de 1997 (inicialmente com a designação de Prune e, após uma reformada mutação, Budhi) que pratica um metal que se apresenta como uma espécie inesperada de crossover entre os sons mais pesados e alguma música de raiz tradicional (inclusive portuguesa). Desta forma, na sua música, tanto podem ser captadas referências a Metallica, como a algumas bandas de grunge, música ambiental esotérica ou Banda do Casaco!!! A combinação poderá correr o risco de parecer pretensiosa, retalhada ou não direccionada, mas é essa a realidade na sua sonoridade. O discurso do grupo é inspirado, o que não impede, por vezes, de recorrer a alguns clichés. Apesar disto, o projecto já tem um bom rol de concertos dados, com múltiplas participações em festivais e concursos musicais de segundo escalão: Hard Club, Festival Rock-Feira, Festival Airas Rock, Festival Lama Rock , Semanas da Juventude de S. João da Madeira, Semana da Recepção ao Caloiro das Caldas, Queima das Fitas em Aveiro, Auditório da Antena3, Braga Parque, Covilhã Rock, diversos bares desde a zona do Porto até Viseu ou Aveiro. O colectivo é composto por Danny, Lolita, Piepe e Cabeludo. Após terem, em 2003, estabelecido uma parceria coma Cobra Discos ao nível da distribuição, os Budhi lançaram-se na aventura da edição do seu primeiro longa duração, gravado nos MB Estúdios por Mário Pereira. Em Junho de 2007 lançam novo trabalho discográfico, de seu nome "Koan".

DISCOGRAFIA


POS REV [CD Single, Numérica, 2001]


PAX AMERICANA [CD Single, Edição de Autor, 2003]


KOAN [CD, Edição de Autor, 2007]

COMPILAÇÕES


ENTULHO SONORO 01 [CD, Underworld, 2007]


CÍRCULO DE FOGO 03: PULSAR [MP3, Círculo de Fogo, 2007]

PRESS
Pronto-a-Servir, Sérgio Gomes da Costa, Blitz 1020 de 18-05-2004

2 comentários:

doesthismakesense disse...

Gostei do blog.
Acho um trabalho magnífico
1 Grande abraço

Bourbonese disse...

Caro Manuel Leite. O teu blogue é para mim um local de regular visita e muita da informação aqui referida provém dele. Que saudades dos anos 80... É importante perpetuar essa informação. Tenhoa ficha dos Rongwrong reparada mas preciso de uma foto em condições. Não se arranja por aí uma série delas? Abraço