21 junho 2009

OVO



Trata-se de um projecto musical que, depois de quatro anos na incubadora, apresentou o CDR "Maquete 2002" (considerado melhor maqueta do ano pelo Diário de Notícias), embrião dos dois singles que constituíram o cartão de visita de uma banda em busca da sua identidade e contaram com a participação de colaboradores oriundos de diversos meios musicais (António Pinheiro da Silva, Frederico Pereira, Marcelo Wig, Vasco Pearce de Azevedo, entre outros). Esses singles foram incluídos em alguns dos habituais balanços musicais de fim de ano: Diário de Notícias, Antena 3, Diário Digital e Rádio Universidade de Coimbra e venderam mais de mil unidades através da internet. Em Junho de 2003, pouco depois da passagem dos Ovo pela última edição do programa "Acontece" da RTP 2, teve lugar o lançamento do primeiro single da banda, "Ferrugem a Atacar", que tocou regularmente em algumas rádios. Em Novembro do mesmo ano, durante o concerto do Phono'03 (organizado pela Fonoteca Municipal de Lisboa), o grupo ofereceu a cada espectador um exemplar de "Balada em Open", lançando assim, de surpresa, o seu segundo single e respectivo videoclip que foi realizado por Rui Ribeiro. Compostos pelo guitarrista Nuno Barreiro, a par com Maria Radich nas vozes, Filipe Malta nos teclados e o baixista Tiago Gonçalves (Dead Combo), praticaram um muito peculiar tipo de música electrónica. Após quase dois anos de árduo trabalho o grupo voltou ao panorama musical editando, em Maio de 2006, o seu primeiro trabalho discográfico do qual foi extraído o 1º single "O Mundo é já Aqui. Com a edição do seu trabalho de longa duração homónimo, o grupo fez uma verdadeira introspecção crítica. Não foi só o álbum que terá mudado, também a forma como a banda anteriormente se apresentava em palco deixara de fazer sentido, já que chegaram a dar alguns concertos com um quarteto de cordas, sendo que a presença do mesmo era a componente forte da maqueta produzida na altura. Porém, o que se mostrou incomportável financeira e logisticamente acabou por se revelar essencial para a música que vieram mais tarde a fazer. Ser uma banda “tradicional” é factor importante para os Ovo e, por isso, apostam numa composição lírica forte a par da programação electrónica dos instrumentais - "Queríamos que o lado mecânico da electrónica desempenhasse um papel preponderante, mas não queríamos deixar de ser uma banda, no sentido clássico do termo, com toda a orgânica que isso implica", na procura de um entendimento entre as várias linguagens que pretendem abranger. A linguagem é actual e urbana. A língua portuguesa usada nas letras era um processo natural para Nuno Barreiro, letrista principal e guitarrista da banda. O projecto havia sido concebido para Portugal e uma das maiores referências da banda quando escreviam em português era mesmo o compositor e cantor Sérgio Godinho que homenagearam na canção "A Solução que me Envolve", ao usarem um sample da sua respiração. Só a acrescentra que este projecto em nada está relacionado com um outro, com o mesmo nome e liderado por José João Loureiro, que existiu no início da década de 90 e se movimentou nas áreas do industrial/experimental.

DISCOGRAFIA

FERRUGEM A ATACAR [CD Single, Edição de Autor, 2003]


BALADA EM OPEN [CD Single, Edição de Autor, 2003]


OVO [CD, Oposto, 2006]

O MUNDO É JÁ AQUI [CD Single, Oposto, 2006]

COMPILAÇÕES


ACORDA! NOVA MÚSICA PORTUGUESA EM MP3 [CD, Cobra Records, 2006]


NOVO ROCK PORTUGUÊS [2xCD, Chiado Records, 2007]

PRESS
Não Partir, por Favor, Gonçalo Frota, Blitz 989 de 14-10-2003
Ponto de Equilíbrio, Gonçalo Frota, Blitz 1002 de 13-01-2004

2 comentários:

ordep disse...

Falta a compilação "Acorda!". Como se percebe pelo texto o primeiro single é o "Ferrugem a Atacar".

Bourbonese disse...

Obrigado. Correcções efectuadas.