15 agosto 2009

JAFUMEGA



Curiosamente, os Jafumega não começaram por gravar em português. A primeira edição da banda foi em inglês, mas a grande notoriedade junto do público só se conseguiu um pouco depois, na Primavera de 1981, com "Ribeira", uma canção inspirada pela zona ribeirinha do Porto que fez um sucesso estrondoso na rádio. Mas, os Jafumega tiveram a particularidade de já serem bem conhecidos mesmo antes da primeira edição em vinil, "Estamos Aí", em 1980. Tinham um público fiel, conquistado nos concertos ao vivo, desde há alguns anos. "Fazíamos para aí uns 100 mil quilómetros por ano, já tínhamos concertos em Espanha, mesmo antes de sequer termos editado qualquer disco", aponta o ex-baterista Álvaro Marques. Os Jafumega duraram seis anos, durante os quais editaram três álbuns e um single, todos de reconhecida qualidade e maturidade musical. A banda dissolveu-se, porém, num momento em que tinham praticamente todo o material pronto para gravar um novo álbum. A questão essencial é que (depois da edição de "Recados", em 1983) já tinha passado o 'boom' e toda aquela euforia das editoras. Já não queriam gravar tudo o que lhes era proposto e começaram a surgir exigências de comercialismos fáceis e imediatos com que nunca tinham pactuado e com os quais não iriam passar a compactuar. Mário Barreiros explica também que a suspensão dos Jafu'mega se deveu ao facto de começar a tornar-se difícil juntar todos para os ensaios: "Já andávamos a ensaiar por sectores e cada um começava a seguir rumos muito diferentes, até musicalmente. Chegou um momento em que a situação se tornou óbvia". Outro dos irmãos Barreiros, Pedro, recorda que os Jafumega "nunca foram um grupo temerário": "a banda sempre viveu muito dos ensaios, do trabalho conjunto e era só nesse sentido que os Jafumega faziam sentido". Eugénio Barreiros vai ainda mais longe: "Os Jafumega eram aqueles seis músicos, juntos, naquela altura. Foi apenas um episódio na longuíssima história musical de qualquer um de nós". Todos parecem partilhar este entendimento, parecendo quase impossível alguma vez se vir a assistir a uma reunião dos Jafumega. "Só se for para um concerto pela paz" brinca Eugénio Barreiros. Como afirma José Nogueira, "nenhum deixou de ser músico, nenhum parou, não ficou nenhum fio solto no qual pegar outra vez, não ficou nada lá solto para se pegar agora". [Dulce Furtado]

DISCOGRAFIA


ESTAMOS AÍ [LP, Metrosom, 1980]


DÁ-ME LUME [7"Single, Metrosom, 1981]


RUNNING OUT [7"Single, Metrosom, 1982]


THERE YOU ARE [7"Single, Metrosom, 1982]


JAFUMEGA [LP, Polygram, 1982]


LATIN'AMÉRICA [7"Single, Polygram, 1982]


RECADOS [LP, Polygram, 1983]


LA DOLCE VITA [7"Single, Polygram, 1983]


JAFU'MEGA [CD, Polygram, 1990]


RIBEIRA [CD, Metrosom, 2007]


BD POP-ROCK PORTUGUÊS [CD, Tugaland, 2011]

COMPILAÇÕES


HELLO ROCK: PORTUGAL 1 [LP, Metrosom, 1981]


GRANDE GERAÇÃO DO ROCK [CD, Metrosom, 1997]


O MELHOR DO ROCK PORTUGUÊS 1980-1984 [CD, EMI-VC, 2003]


O MELHOR DO ROCK PORTUGUÊS 1979-1985 [CD, EMI-VC, 2004]


PORTUGAL REMIX [CD, Som Livre, 2005]


FEBRE DE SÁBADO DE MANHÃ [3xCD, EMI, 2006]

PRESS
Jafumega, Blitz nº 839 de 28-11-2000

0 comentários: