29 agosto 2009

LIGHT SPEED APPROACH



Sob o signo das sonoridades de Atari Teenage Riot e da trupe de Alec Empire, os Light Speed Approach surgiram em Lisboa em 1996 e, três anos depois, editaram o seu único trabalho, "Mumbo Jumbo". A primeira aparição da banda havia sido feita com um trabalho de remisturas para os Diva por alturas do álbum "(No Princípio era) O Verbo". A base de trabalho desta banda de Lisboa era o techno e a inspiração o rock. Constituida por Filipe Garcia (sintetizadores, guitarra, voz), Frederico Pereira (sintetizadores) e Lurdes Fachadas (voz) e tendo todos os seus elementos formação musical e informática, cada um dos elementos construia isoladamente os seus temas em casa e após junção num estúdio próprio aperfeiçoavam as faixas em conjunto após a devida partilha de ideias. Assumiam influências de projectos da década de 80 mas sob a forma de apropriação do formato canção e das vocalizações típicas dos projectos dessa época, transpondo-as posteriormente para os suportes electrónicos que, aquando da criação do disco, eram os actuais. Confessavam-se abertamente apreciadores de artistas ou grupos como The Prodigy, Fluke, Underworld e dos inevitáveis Depeche Mode.

DISCOGRAFIA


MUMBO JUMBO [CD, Megamúsica, 1999]

COMPILAÇÕES


PROMÚSICA 31 [CD, Promúsica, 1999]


PROMÚSICA 39 [CD, Promúsica, 2000]


PROMÚSICA 55 [CD, Promúsica, 2001]

PRESS
Destaques, Promúsica 31 de 08-1999
A Revolução do Tecno-Rock, Blitz nº789 de 14-12-1999
Destaques, Promúsica 39 de 04-2000
Destaques, Promúsica 55 de 08-2001

0 comentários: