14 agosto 2009

SÉRGIO BORGES E O CONJUNTO JOÃO PAULO



O Conjunto Académico João Paulo iniciou as suas actividades em 1964 no Liceu Jaime Moniz, na Ilha da Madeira. Até 1970, o grupo edita diversos discos que lhe permite disfrutar de um sucesso assinalável. O vocalista do grupo, Sérgio Justo Camacho Borges, nascido na Madeira em 18 de Outubro de 1944, participa em 1966 no Festival RTP da Canção com o tema "Eu nunca direi Adeus", classificando-se em 2º lugar, atrás de Madalena Iglésias, que ganhou essa edição com a música "Ele e Ela". O tema é editado num disco do Conjunto Académico João Paulo que inclui também uma versão de "Ele e Ela". Quatro anos mais tarde, em 1970, Sérgio Borges acaba mesmo por vencer o Festival RTP da Canção, sendo o primeiro madeirense a conseguir tal feito. "Onde Vais Rio Que Eu Canto", da autoria de Nóbrega e Sousa e Joaquim Pedro Gonçalves, venceu o VII Grande Prémio da Canção, realizado em 22 de Maio de 1970 mas o tema não participou no Festival da Eurovisão realizado no mês anterior. Em Setembro de 1969, Portugal anunciara a intenção de não participar no Festival da Eurovisão em demonstração de protesto contra o sistema de votação vigente. O EP editado incluía versões de dois dos temas concorrentes ao Festival RTP da Canção desse ano: "A Voz do Chão" de Rute e "Velho Sonho"de Artur Rodrigues. Com "Onde Vais Rio Que Eu Canto" participou na edição desse ano do Festival Yamaha, em Tóquio. Consequência ou coincidência, o grupo passa a denominar-se Sérgio Borges e o Conjunto João Paulo. Após o cumprimento do Serviço Militar, a banda voltará em 1970 a gravar. Rui Brazão saiu para continuar os estudos e José Gualberto regressou ao Funchal para tomar conta de negócios. Entraram para os substituir, José Manuel (saxofone) e Adrien (bateria), ex-elementos do Quinteto Académico. Será também pontualmente integrada a cantora Vickie. Lançam um EP com os temas "Nascer" (Birth), "Champs Elysées", "O Salto" e "A Uma Gina". Novo EP com os temas "Lavrador" (adaptação do tema "Aguarela Portuguesa" de Zeca do Rock), "Serei um Dia o Mar", "Estrada Branca" e "Paúl da Serra". É editado o single "Meu Corpo E Minha Seiva", com "God Of Negroes" no lado B. O último disco do grupo, editado em 1972, foi um single com os temas "Meu Pão, Casa, Pedra, Fome" e "Pearls In Her Hair". Em finais da década de 70, a banda cessa actividades.

DISCOGRAFIA


NASCER [7"EP, Columbia-VC, 1970]


LAVRADOR [7"EP, Columbia-VC, 1971]


MEU CORPO E MINHA SEIVA [7"Single, Columbia-VC, 1970]


SÉRGIO BORGES E O CONJUNTO JOÃO PAULO [LP, Columbia-VC, 1970]


MAR (MEU PÃO, CASA, PEDRA, FOME) [7"Single, Columbia-VC, 1972]

SÉRGIO BORGES A SOLO


ONDE VAIS RIO QUE EU CANTO [7"Single, Columbia-VC, 1970]


CANÇÃO DE MADRUGAR [7"Single, Columbia-VC, 1970]


40 ANOS A CANTAR [CD, Paulo Ferraz Studio, 2003]

COMPILAÇÕES


OS REIS DO RITMO [CD, EMI, 2003]


PORTUGUESE NUGGETS 03 [LP, Galo de Barcelos, 2007]


PSYCHEDELIC PORTUGAL [LP, PPP, 2008]

1 comentários:

Jo disse...

Este grupo parece ser constituido por 1 unico elemento, o que não faz muito sentido tendo em conta a fotografia. O merito não se deve tirar a ninguem e o grupo tinha mais elementos que em parte nenhuma do artigo são mencionados (excepto os que deixaram o grupo). Não acho bem!