05 setembro 2009

ROQUIVÁRIOS



A formação dos Roquivários dá-se em 1981 por músicos de diferentes escolas que procuram seguir uma via cujo paradigma eram os Salada de Frutas: canções leves, em português, aproveitando a onda do rock nacional, mas investindo um saber musical mais consistente do que o das bandas rock. O grupo grava o seu primei­ro álbum na Rádio Triunfo, ainda com a de­signação Rock & Varius, que procura subli­nhar a abertura da banda a outros esti­los, como o reggae e a fusão. Ao lado da cantora Midus surgem músicos como Mário Gramaço, um saxofonista vindo do jazz, Rabanal (bate­ria), Luís Jorge Loução (guitarra) e Paulo Corvall (baixo), sendo os dois últimos respon­sáveis pela maioria das composições, embora Mário Gramaço surja também como composi­tor. Em 1982 verifica-se a transferência da Rádio Triunfo para a EMI-VC e mudança na grafia do grupo, que passa a designar-se Roquivários. Depois de "Pronto a Curtir", o segundo álbum intitular-se-á apenas Roquivários. Paulo Corvall deixou o grupo e Midus passou a assegurar o baixo, além da voz. Gramaço e Loução assumem as composições e Moz Carrapa a produção. "Cristina" é o tema do álbum e também o tema que ficará como o mais popular deste grupo de carreira efémera. [Enciclopédia da Música Ligeira Portuguesa]

DISCOGRAFIA


PRONTO A CURTIR [LP, Rádio Triunfo, 1981]


TOTOBOLA [7"Single, Rádio Triunfo, 1981]


CRISTINA [7"Single, VC, 1982]


ROQUIVÁRIOS [LP, VC, 1982]


ROQUIVÁRIOS [CD, iPlay, 2008]

COMPILAÇÕES


MÚSICA NOVA, MÚSICA NOSSA [LP, Vadeca, 1982]


MUSICA NOVA [LP, EMI-VC, 1984]


BIOGRAFIA DO POP-ROCK [2xCD, Movieplay, 1997]


PROMÚSICA 37 [CD, Promúsica, 2000] [Midus]


O MELHOR DO ROCK PORTUGUÊS 1980-1984 [CD, EMI-VC, 2003]


O MELHOR DO ROCK PORTUGUÊS 1979-1985 [CD, EMI-VC, 2004]


PORTUGAL REMIX [CD, Som Livre, 2005]


FEBRE DE SÁBADO DE MANHÃ [3xCD, EMI, 2006]

PRESS
Midus Esteto-Rocker?, Célia Pedroso, Música & Som 71, 03-1982
Retrato Midus, Maria Paula Monteiro, Blitz nº40 de 06-08-1985
Com Inglaterra na Ponta dos Dedos, Miguel A., Promúsica 37 de 02-2000 [CAPA]

5 comentários:

rc disse...

Será que no primeiro disco a Midus era a cantora. Não conheco os temas do disco mas pelo menos no "ela controla" não era ela a cantar. Situação que se repetiu no "Totobola". A mudança de nome terá sido apenas graficamente ou envolverá a mudança de editora. A mesma dúvida para os Jafumega em que a apresentação gráfica do nome variava entre os discos.

ARISTIDES DUARTE disse...

A Midus canta canções nos dois LP's. Umas canções são cantadas por ela e outras pelo Mário Gramaço, no primeiro LP. No segundo LP acho que é a Midus que canta os temas todos.
O nome nudou a partir do tema "Totobola" (um single) e assim se manteve até ao fim. Entretanto mudaram de editora. Digamos que foi aportuguesado.

rc disse...

o Press do Blitz já era sobre a carreira a solo mas aceita-se.

Há um blog, facilmente "encontrável", que fala de um artigpo da revista Promusica sobre a Midus

Bourbonese disse...

Qual é? O Rock em Portugal de Aristides Duarte? Só lá encontro a capa. eu tive essa Promusica, como todas as restantes mas acho que alguém as deitou fora, para meu desgosto pois tinham alguma informação de uma fase em que não ouvia muita música portuguesa.

prove disse...

http://asaudavelloucura.blogspot.com/2007/12/midus-nossa-menina-um-espanto.html