01 novembro 2009

ANTÓNIO SÉRGIO



Estas coisas da morte já não me chocam. A idade faz-nos saber estar preparados mas há sempre algo de perturbante. Desta vez foi António Sérgio, o Mestre da nossa rádio. De uma rádio que já não existe há cerca de 20 anos. Foi o maior divulgador da música de cariz urbano em Portugal e faleceu inesperadamente esta madrugada, aos 59 anos, de ataque cardíaco. Toda uma geração o deverá chorar.

3 comentários:

ARISTIDES DUARTE disse...

Não sabia que o António tinha falecido. Esta é uma notícia triste.

António Luís Cardoso disse...

Também não sabia e de facto é uma muito má notícia. Ultimamente acompanhava-o na Rádio Radar, a sua última casa na rádio portuguesa. É a rádio que ouvimos no trabalho e amanhã vai ser um dia triste, para radialistas e ouvintes, decerto.

Vozes Distantes disse...

A minha alma chora e cobre-se com um pesado luto...