15 novembro 2009

MÃO MORTA



Os Mão Morta aparecem, em Novembro de 1984, para satisfazer o desejo de Joaquim Pinto e para ir tocar a Berlim. O grupo era formado por Joaquim Pinto (baixo), Miguel Pedro (guitarra) e Adolfo Luxúria Canibal (voz), que anteriormente se tinham juntado nos PVT Industrial. Estreiam-se ao vivo, em Janeiro de 1985, no Orfeão da Foz, no Porto. Como estavam muito vazios em palco decidiram alargar a formação a um quarto elemento. Entra, assim, o guitarrista Zé dos Eclipses (antigo colega de Adolfo Luxúria Canibal nos AuAuFeioMau) passando Miguel Pedro para a bateria. Começam a participar em concursos e ficam em 4º lugar no Festival Nacional de Nova Música Rock, no Porto, em 1985 e ganham o Prémio de Originalidade do 3º Concurso de Música Moderna do Rock Rendez-Vouz (1986). Em 1986 participam no Rock Vigo-Oporto, no El Kremlin, em Vigo. No fim desse ano entra para a banda o guitarrista Carlos Fortes. O tema "1º de Novembro" é utilizado na banda sonora do filme "Um Dia no Bairro" de Paulo Miguel Fortes. Em Agosto de 1987 é editada uma k7 pela "Malucos da Pátria". Fazem a primeira parte dos Gun Club nas Jornadas do Império, em Lisboa. Gravam para a Ama Romanta o Mini-LP "Mão Morta" que seria editado em Julho de 1988. Gravado e misturado em três dias, o disco incluía seis temas. Englobava alguns dos primeiros temas ("Oub'Lá", "Aum") e músicas mais recentes que ainda não tinham sido tocadas ao vivo. Em 1989 participam com "1º de Novembro" na colectânea "À Sombra de Deus". No dia 2 de Junho desse ano actuam no Rock Rendez-Vous num concerto em que Adolfo Luxúria Canibal corta a própria perna com uma faca. Joaquim Pinto abandona o grupo, por motivos pessoais, em Janeiro de 1990. Entram para o grupo José Pedro Moura (baixo) e António Rafael (teclas). O segundo álbum, "Corações Felpudos", é editado em Setembro de 1990 pela Fungui, editora ligada ao agenciamento da banda. Em Junho de 1991 editam "O.D., Rainha do Rock & Crawl" através da Área Total. O disco, gravado numa semana, funcionou quase como uma encomenda da editora da Guarda que já tinha mostrado interesse em editar o disco anterior. Zé dos Eclipses sai da banda e é substituído por Sapo (ex-Pop Dell'Arte). Devido a alguns problemas com a Área Total, o grupo regressa à Fungui que edita o álbum "Mutantes S.21" em Dezembro de 1992. O disco obtém um grande êxito devido sobretudo aos temas "Budapeste" e "Lisboa". Em Maio de 1993, o álbum "Mutantes S21" seria reeditado, numa edição limitada a 500 exemplares, acompanhada por uma banda desenhada. Os Mão Morta fazem a banda sonora da curta metragem "Os Primeiros cinco Minutos Depois da Morte" produzida pela Oh! Brother Productions. Assinam com a multinacional BMG e lançam, em Março de 1994, o álbum "Vénus em Chamas". («Os Escorpiões com Sida entram minúsculos pelas frinchas das portas e tornam-se gigantes no calor do corpo...»). O disco inclui temas como "Cães de Crómio" (lançado também num single que incluía remisturas desse tema) e "Velocidade Escaldante". Ainda em 1994 participam nos discos de homenagem a António Variações e a José Afonso. Devido a alguns conflictos, Carlos Fortes acaba por sair do grupo e é substituído por Vasco Vaz (ex-Braindead). A BMG lança, em 1995, a compilação "Mão Morta Revisitada" que assinala o 10º aniversário da banda. Nesse ano, o grupo recebe a Medalha de Mérito (Grau Prata) da Cidade de Braga. "Chabala" é lançado como single. O teledisco, realizado por Nuno Tudela, venceria no ano seguinte a categoria vídeo dos Prémios Blitz. Adolfo Luxúria Canibal participa no tema "E O Verbo Criou A Mulher" dos Diva. Em Janeiro de 1997 apresentam a peça "Müller no Hotel Hessischer Hof" no pequeno auditório do CCB. O registo do concerto seria depois lançado em CD pela editora Norte Sul. A edição em VHS seria lançada no ano seguinte. O álbum "Há Já Muito Tempo que Nesta Latrina o Ar se Tornou Irrespirável", baseado no movimento da Internacional Situacionista, é editado em 1998. Os discos "Mão Morta" (incluindo os temas da cassete de 1987), "Corações Felpudos" e "O.D., Rainha do Rock & Crawl" (incluindo como faixas bónus os temas das colectâneas "À Sombra de Deus") são reeditados pela Norte Sul. Participam no disco de homenagem aos Xutos e Pontapés com uma versão de "Mãe". O 15º aniversário do grupo é celebrado no Lux e enchem o Coliseu dos Recreios. Fazem uma versão de "No Domingo Fui às Antas" para o disco de tributo a Rui Veloso. O álbum "Primavera de Destroços" foi editado em 2001. O disco, com produção de Miguel Pedro, contou com a prestação da baixista Marta Abreu que substituíra José Pedro Moura mas após a gravação do disco é substituída por Joana Longobardi. O grupo recebe, em 2001, o "Prémio Carreira" atribuído pelo semanário "Blitz". [A Magia dos Anos 80]

DISCOGRAFIA


MÃO MORTA [Tape, Malucos da Pátria, 1987]


MÃO MORTA [LP, Ama Romanta, 1988]


CORAÇÕES FELPUDOS [LP, Fungui, 1990]


O.D. RAINHA DO ROCK & CRAWL [LP, Área Total, 1991]


MUTANTES S21 [LP, Fungui, 1992]

CÃES DE CRÓMIO [MLP, BMG, 1994]


VÉNUS EM CHAMAS [CD, BMG, 1994]


MÃO MORTA REVISITADA [CD, BMG, 1995]


SANGUE NO ASFALTO [CD Single, BMG, 1995]


CHABALA [CD Single, BMG, 1996]


MULLER NO HOTEL HESSISCHER HOF [CD, Nortesul, 1997]


MULLER NO HOTEL HESSISCHER HOF (DVD, Nortesul, 1998)


HÁ JÁ MUITO TEMPO QUE NESTA LATRINA [CD, Nortesul, 1998]


EM DIRECTO (PARA A TELEVISÃO) [CD Single, Nortesul, 1998]


É UM JOGO [CD Single, NorteSul, 1998]


MÃO MORTA [Reissue] [CD, Nortesul, 1998]


PRIMAVERA DE DESTROÇOS [CD, Nortesul, 2001]


CÃO DA MORTE [CD Single, BMG, 2001]


AULA MAGNA 08 MAIO 2001 [2xCD, Nortesul, 2002]


CARÍCIAS MALÍCIAS [CD, Cobra, 2003]


NUS [LP, Cobra/Lux, 2004]


GUMES [CD Single, Cobra, 2004]


MALDOROR [2xCD, Cobra, 2008]


MALDOROR [DVD, Cobra, 2009]


RITUAIS TRANSFIGURADOS [CD+DVD, Cobra, 2009]


MÃO MORTA 1988-1992 [4xCD Box, Cobra Records, 2010]


PESADELO EM PELUCHE [CD, Universal, 2010]


PESADELO EM PELUCHE [LP, Rastilho Records, 2010]


BANDAS MÍTICAS 25 [CD, Lenoir/Correio da Manhã, 2011]


MÃO MORTA [3xLP, Rastilho Records, 2013]


PELO MEU RELÓGIO SÃO HORAS DE MATAR [CD, Nortesul, 2014]


VENTOS ANIMAIS [CD, Blitz, 2014]


MÃO MORTA [K7] [LP, Garagem, 2015]


BROSH É BOM [7"Single, Bootleg, 2015]

COMPILAÇÕES


À SOMBRA DE DEUS 01 [LP, Câmara Municipal de Braga, 1988]


AMA ROMANTA 86/89 [LP, Ama Romanta, 1989]


INSURRECTOS [LP, Área Total, 1991]


VARIAÇÕES: AS CANÇÕES DE ANTÓNIO [CD, EMI-VC, 1993]


À SOMBRA DE DEUS 02 [CD, BMG, 1994]


OS FILHOS DA MADRUGADA CANTAM JOSÉ AFONSO [2xLP, BMG, 1994]


UMA HISTÓRIA DE AMOR [CD, BMG, 1995]


MEHR LICHT! [CDR, Mehr Licht!, 1997]


POP ROCK EM PORTUGUÊS [2xCD, Megadiscos, 1997]


BLITZ'97: OS MELHORES DE 97 [CD, EMI-VC, 1998]


AMA ROMANTA SEMPRE! [2xCD, Candy Factory, 1999]


XX ANOS XX BANDAS: XUTOS & PONTAPÉS TRIBUTO [CD, EMI-VC, 1999]


TURBULÊNCIA [CD, Nortesul, 1999]


AR DE ROCK 20 ANOS DEPOIS [CD, EMI-VC, 2000]


ROCK SOUND 08 [CD, Rock Sound, 2003]


À SOMBRA DE BRAGA 03 [CD, Câmara Municipal de Braga, 2004]


MANIFESTO [CD, Volume, 2004]


ROCK SOUND 17 [CD, Rock Sound, 2004]


RESPIRAR (DEBAIXO D'ÁGUA) [CD, Subotnick, 2004]


3 PISTAS [CD, Universal, 2005]


O MELHOR DO POP PORTUGUÊS 1985-1990 [CD, EMI, 2005]


LISBOA@COM.FUSION [CD, EMI, 2006]


ENTULHO SONORO 01 [CD, Underworld, 2007]


PAREDES DE COURA [CD, Heineken, 2007]


UPA08 [CD+DVD, Sony, 2008]


À SOMBRA DE DEUS 04 [2xCD, Braga 2012, 2012]


SONS DE VEZ 10 ANOS [2xCD, CM Arcos de Valdevez, 2012]


INDIEGENTE 15 ANOS [2xLP, Raging Planet, 2012]

CASSETES
Demo Tape 04-1985 (1 Tema, 04:01)
Demo Tape 10-1985 (1 Tema, 03:43)
Demo Tape 12-1985 (3 Temas, 11:38)
Aniki Bóbó, Porto 1986 (7 Temas, 27:21)
Rock Rendez Vous, Lisboa, 3º CMM 02-1986 (3 Temas, 16:01)
Pavilhão Flávio Sá Leite, Braga 06-1986 (8 Temas, 35:30)
Demo Tape 09-1986 (3 Temas, 15:28)
Fisga RTP, Cinema Europa, Lisboa 1987 (2 Temas, 09:06)
Demo Tape Hypolab Studios-RUT 07-1987 (2 Temas, 11:22)
Demo Tape Edit Studios - Malucos da Pátria 05-1987 (4 Temas, 17:42)
Rock Rendez Vous, Lisboa 1988 (2 Temas, 08:26)
Rock Rendez Vous, Lisboa 06-1988 (4 Temas, 21:31)
Rock Rendez Vous, Lisboa 06-1989 (9 Temas, 40:07)

PRESS
Somos Todos Ex-Suicidas, Fernando Sobral, Diário de Notícias 26-11-1985
Escândalo com Mão Morta, Ana Rocha, A Capital 03-02-1986
O Futuro pertence à Mocidade, Luís Maio, Blitz nº 67, 11-02-1986
Concurso de MM do RRV, Fernando Sobral, Diário de Notícias 11-02-1986
Rock Rendez Vous Aquece, Semanário Êxito 13-02-1986
Mão Morta tem Prémio de Originalidade, A Capital 01-04-1986
O Progresso das Ideias, Manuel Falcão, Blitz nº 75, 08-04-1986
Câmbios e Intercâmbios, Fernando Sobral, Diário de Notícias 14-10-1986
Um Gheto Moderno e Marginal, Semanário 06-12-1986
Luxúria Canibal e o pulsar da Mão Morta, Luís Maio, Blitz nº 142, 21-07-1987
Crónica de um Espectáculo Anunciado, Jorge Pires, Blitz nº 154, 13-10-1987
À Sombra Pós Mão Morta, Luís Maio, Blitz nº 214 de 06-12-1988
Exorcizar Vivências, João Duarte, LP nº 11, 11-01-1989 [CAPA]
Depois dos Factos, Jorge Pereira, LP nº 16, 16-02-1989
Mão Morta, Jorge Pereira, Die Neue Sonne nº 1, Abril 1988
Luxúria Canibal e o novo disco do Dr. Adolfo, Fernando Sobral, Mais 02-07-1988
Pequenas Histórias acerca da Realidade, Independente 08-07-1988
Onde não há Pecado não há Desejo, João Vaz, Blitz nº 194, 19-07-1988 [CAPA]
Entrevista, Jorge Pereira e Luís Sousa, Die Neue Sonne nº 3, Agosto 1988
Adolfo Canibal, Jorge Ferraz...e o Rock, Rafael Gouveia, LP nº 31, 01-06-1989
E Se Depois?..., Jorge Dias, Blitz nº 240, 06-06-1989
Depois dos Factos, Rafael Gouveia, LP nº 32, 08-06-1989
Canibal sai com Facas, Blitz nº 250, 15-08-1989
9 Anos de RRV: Festa Final, Miguel Cadete, Blitz nº 269 de 26-12-1989
Mão Morta versus Ama Romanta, Tiago Baltazar, Blitz nº 277, 20-02-1990
Doutor Adolfo, Fernando Sobral, Semanário Se7e, 10-05-1990
O Estranho Caso do Dr. Adolfo e Sr. Canibal 1, Blitz nº 307, 18-09-1990
Rodopios, Miguel Francisco Cadete, Blitz nº 328, 12-02-1991
Herói do Mal, António Pires, Blitz nº 329, 12-02-1991 [CAPA]
Anjos Mórbidos e outras Histórias de Terror, M.Santos, Blitz nº 346, 18-06-1991
Mão Morta, Pedro Brinca, Ritual nº 3 de 10-1991
O Estranho Caso do Dr. Adolfo e Sr. Canibal 2, Blitz nº 425, 22-12-1992 [CAPA]
É Pr'ó Broche, Miguel Francisco Cadete, Blitz nº 449, 08-06-1993
Sob o Signo do Escorpião, António Pires, Blitz nº 491, 29-03-1994 [CAPA]
A Subversão nas Entranhas, Jorge Dias, Pop Rock nº 1484 de 30-03-1994 [CAPA]
O Sangue ainda Escorre, Miguel Cadete, Blitz nº 530, 27-12-1994
O Desejo a Persistir, Miguel Francisco Cadete, Blitz nº 551 de 23-05-1995
Versículos Satânicos para a Consoada, P.Gonçalves, Blitz nº 571 de 10-10-1995
Uma Década de Concertos, Pedro Gonçalves, Blitz nº 572 de 17-10-1995 [CAPA]
Mão Ensanguentada, Jorge Dias, Pop Rock/Público nº 2049, 18-10-1995
Mão Morta e o Anjo do Desespero, Cláudia Galhós, Blitz nº 635 de 31-12-1996
Máscaras Mortuárias, Cláudia Galhós, Blitz nº 655 de 20-05-1997
O Natal a Nu, Miguel Francisco Cadete, Blitz nº 686 de 23-12-1997 [CAPA]
Como Escapar Ileso, João Carlos Callixto, Raio X nº 5 de 05-1998 [CAPA]
Sociedade Descarnada, Raquel Almeida, Promúsica 18 de 07-1998 [CAPA]
Jogo de Espelhos, Sónia Pereira, Blitz nº 701, 07-04-1998 [CAPA]
A Renegação da Poesia, Ana Ventura, Blitz nº 721 de 01-09-1998
O Triunfo do Sexo, Sofia Vargas, Raio X nº 10 de 02-09-1998
O Canibal e a Sua Família, João Carlos Callixto, Raio X nº 13 de 20-10-1998
Viciados, Miguel Francisco Cadete, Blitz nº 737, 15-12-1998
Histórias de Faca e Alguidar, Alexandre Oliveira, Raio X nº 21 de 05-05-1999
Mão Morta 15º Aniversário, Blitz nº 785, 16-11-1999
Mergulho no Futuro, Gonçalo Frota, Blitz nº 789, 14-12-1999
Boys Band de Feios, Ricardo Braga, Promúsica 38 de 03-2000 [CAPA]
Os Mutantes, Blitz nº 834 de 24-10-2000
De Loucura e Outros Demónios, Sónia Pereira, Blitz nº 856 de 27-03-2001
Destroços Explicados, Blitz nº 853 de 06-03-2001
Primavera de Adolfo, Miguel A, Promúsica 52 de 05-2001
E Se Depois?, Sónia Pereira, Blitz nº 886 de 23-10-2001 [CAPA]
A Vida no Palco, Sónia Pereira, Blitz nº 901 de 05-02-2002
Entrevista com Um Canibal, Márcio Alfama, Raio X nº 49 de 11-2002
Sede de Sangue, Sónia Pereira, Blitz nº 940 de 05-11-2002
Em Directo para a Rádio, Gonçalo Frota, Blitz nº 954 de 11-02-2003
Em Velocidade Escaldante, Gonçalo Palma, Blitz nº 968 de 20-05-2003
Strip Geracional, Gonçalo Frota, Blitz 1015 de 13-04-2004 [CAPA]
Prêt-à-Porter Beatnick, Pedro Trigueiro, Rock Sound nº 17 de 04-2004 [CAPA]
Depois da Primavera de Destroços, Hélder Gomes, Mondo Bizarre nº19, 06-2004
A Olho Nu, Ricardo Amorim, Underworld nº 13, 07-2004 [CAPA]
Mão Morta, Ricardo Amorim, Underworld nº 24 de 07-2007
Nós Contra o Mundo 1984-1988, Rui Miguel Abreu, Revista Blitz 20, 02-2008

5 comentários:

erradiador disse...

lembro-me que no primeiro disco editado pelo underworld havia um tema dos MM - b(r)osh é bom. num dos números mais antigos da mesma publicação (n.º 6???, não posso precisar, sem consultar o meu arquivo) foi feito um destaque com várias páginas e capa aos MM.

soares disse...

há uma edição em CD do 1º disco dos MÃO MORTA com alguns temas extras.
Penso também ter saido nessa mesma altura, CD do O.D. e do Corações

Bourbonese disse...

Tenho os dois e vou inclui-los rapidamente pois têm realmente material diferente.

Mountain Goat Productions disse...

Tenho muitas gravações de concertos de Mão Morta que não estão ai listadas. Recentes e antigas.
Cumprimentos

Anónimo disse...

Alguem sabe dizer quais são as versões de Estilo e Berlim, incluidas na compilação Manifesto.