31 janeiro 2010

DECAYED



Nascidos na Parede, subúrbios de Lisboa, em Agosto de 1989, os Decayed são basicamente formados por dois amigos, José Afonso (aka JA, voz, guitarra, ex-Nethermancy, Thugnor, Alastor, Hellfuck, Hoth, Halrack, Mantiis) e Nuno (guitarra). O grupo assume inicialmente a designação de Decay e pretende fazer black metal. Contam com a colaboração de Pedro (bateria) e de Carlos (baixo). Em Novembro, Jorge integra o projecto dando-lhe mais consistência. Em Março de 1991, Pedro e Jorge abandonam a banda, sendo substituídos por Mike (bateria) e Jorge Fonseca (aka JM, aka Tann, voz, ex-Cunnilingus, Alastor, Moonspell, Ironsword). É por esta altura que alteram o nome para Decayed e a sua música assume características ainda mais agressivas aproximando-se do death metal. Em Janeiro de 1992 editam a demo "Thus Revealed" que obtém boas críticas mas que não satisfaz totalmente os membros do grupo que acham que já não espelha bem as suas pretensões. Em Abril, nova alteração no line up do grupo se dá, com a entrada de VJ (guitarra). Participam com o tema "Nocturnal Prayers" numa compilação e são contactados pela Dark Rex Records para realizarem um EP que, sob o título "The Seven Seals" é editado em Março de 1993. Não demora muito até entrarem em estúdio com vista à gravação do seu primeiro longa duração. JM abandona a banda, passando JA a assumir a voz e VJ o baixo. Em Janeiro de 1994 é editado "The Conjuration Of The Southern Circle" pela Monasterium Records, esgotando quase de imediato. O grupo assume-se cada vez coeso mas isso não impede que JB a deixe, o que irá dar origem a rumores de que os Decayed cessam actividades. Em Novembro, de forma a contrariar esse boato, JA e VJ solicitam ajuda ao baterista Rogerio para os ajudar a registar um novo trabalho, "In Lustful Mayhem", uma cassete EP. Comprovando que a persistência era característica dos seus mentores, os Decayed editam logo depois, em Julho de 1995, aquelr que será considerado pela sua editora à data, a Skyfall Records, como o seu segundo trabalho, "In Lustful Mayhem/The Seven Seals". O grupo, por seu lado, considera-o apenas um MCD com alguns temas extra. Por esta altura, face à incapacidade de encontrarem um baterista decente, o grupo passa a utilizar uma caixa de ritmos. JM regressa novamente à formação e o som continua a radicalizar-se. É neste cenário que, em Agosto de 1996, surge editado o segundo álbum a que chamam "Resurrectionem Mortuorum", onde as influências do som das bandas de black e death metal da década de 80 se perpetua. Porém o disco não é muito bem entendido pelo público que o despreza, o que se reflecte nas fracas vendas do mesmo. Em Setembro de 1997, a banda encontra-se em plena fase de procura uma nova editora e decide iniciar a composição do seu terceiro trabalho, "Behold The Wrath" que será editado sob a forma de single com tiragem limitada a 500 exemplares. Em Novembro de 1998 é lançado um split CD com o grupo Alastor. De título "Sacrifice Of The New Born" não assume grande expressão na discografia do grupo o que já não acontecerá com "The Book Of Darkness", o terceiro trabalho de longo fôlego editado em Dezembro de 1999. O disco havia sido gravado em Outubro de 1997 mas só mais de dois anos depois será editado pela francesa Drakkar Records. Este disco é por muitos aclamado como o seu mais brilhante registo. Em 2000 é editado um mini CDR chamado "French Attack" e duas cassetes, "Live 9/9/99" e "Ataque Infernal". Estas edições são extremamente limitadas e são assumidas como periféricas na discografia dos Decayed. Em Novembro desse ano, o grupo parte para a sua primeira tournée europeia com os Impiety e os Abigail. Dão 16 concertos em países como a Espanha, França, Suíça, Alemanha, Bélgica e Holanda. É ainda editado pela Hibérica, já em Dezembro, um split Single com os Corpus Christii, intitulado "Supreme Evil". Em Julho de 2001 sai o quarto grande registo, "Nockthurnaal", apresentando os Decayed em rota vertiginosa rumo às raízes do black metal dos anos 80. Quase de imediato são editados mais dois split singles: o primeiro em Agosto, sem título, na parceria dos Abigail e prensado pelo selo italiano Warlord Records e o segundo, no mês seguinte, pela Sombre Records. O ano de 2001 continua a apresentar-se como vasta e anormalmente prolífico, sobretudo para uma banda que havia estado tanto tempo para conseguir uma editora. Em Novembro surge o "Ten Years of Steel", um álbum registado ao vivo que sairá com selo da Hiberica e pretende comemorar os 10 anos de existência contemplando temas escritos entre 1990 até 2000. Em Março de 2002, novamente sob o manto da editora Sombre Records, é editado o seu primeiro LP em formato vinílico, "Demon Blade". A edição é de apenas 500 cópias, o que faz deste trabalho uma raridade para os coleccionadores. Em Maio desse ano é também editado em vinil o trabalho "The Conjuration Of The Southern Circle" que consiste nas gravações que em 1993 deveriam ter sido sob a forma de CD mas que haviam permanecido numa gaveta pois as negociações com as editoras de então haviam falhado. Julho de 2002 trás um novo single, editado pela Drakkar Records. Limitado a 500 cópias, contém 9 temas em 14 minutos!!! Nesse ano de 2002 serão ainda editados o single "Hymns To Satan" e a compilação "Ataque Profano" destinada ao mercado sul-americano. Em Janeiro de 2003, JM abandona novamente o grupo, permanecendo apenas JA, o seu eterno parceiro. Não obstante este facto, em Junho desse ano é editado um novo álbum pela Drakkar Records, intitulado "The Beast Has Risen" que combina temas antigos com vocalizações de diversos membros convidados. Em Dezembro será também editado no Japão o trabalho "Pure Fucking Mayhem" que contém um concerto realizado 10 anos antes ainda com o line up clássico do grupo e que havia sido disponibilizado, à data, sob a forma de cassete pela editora portuguesa Hades Productions. 2004 continua a senda de reedições mas trás também um novo registo, "The Nameless Wraith" que, sob a forma de split, apresenta novos temas. Uma nova formação é apresentada, com JA na voz onde conta coma colaboração de Pedro Pedra (aka Aion, ex-Grog, Nethermancy), K (baixo, ex-Infernal Dreams, Angel) e Gabriel (bateria). Esta formação não irá perdurar muito tempo, saindo Aion e Gabriel que serão, respectivamente substituídos por W e VA. Em Abril de 2007, quatro anos depois do último trabalho de originais, sai "Hexagram - Honor et Fidelitas", contando com o line up de 2006. São também lançados outros trabalhos periféricos com gravações antigas.

DISCOGRAFIA


PROMO TAPE [como Decay] [Tape, Edição de Autor, 1990]

DARK REHEARSAL [Tape, Edição de Autor, 1991]
THUS REVEALED [Tape, Edição de Autor, 1992]


THE SEVEN SEALS [7"EP, Dark Records, 1993]


THE CONJURATION OF THE SOUTHERN CIRCLE [CD, Inner Evil Productions, 1993]


IN LUSTFUL MAYHEM [CD, Skyfall Records, 1995]


RESURRECTIÓNEM MORTUÓRUM [CD, Skyfall Records, 1996]


BEHOLD THE WRATH [7"EP, Deekhaid Records, 1997]

A SACRIFICE TO DARKNESS [c/Alastor] [CD, Deekhaid Records, 1998]
THE BOOK OF DARKNESS [CD, Drakkar Productions, 1999]
FRENCH ATTACK [CDR, Deekhaid Records, 2000]


ATAQUE INFERNAL [Tape, Luci Dist Productions, 2000]


LIVE 9/9/99 [Tape, Impaler of Trendies Records, 2000]


DECADENTIA CHRISTII [c/Corpus Christii] [7"Single, Hiberica, 2000]

BLACK METAL ENDSIEG 02 [Split] [CD, Sombre Records, 2001]


THE BULLDOZER ARMAGEDDON 02 [c/Abigail] [7"Single, Warlord Records, 2001]


NOCKTHURNAAL [CD, Drakkar Productions, 2001]


TEN YEARS OF STEEL [CD, Ibérica, 2000]


DEMON BLADE [LP, Sombre Records, 2002]


SATANIC BLAST [7"EP, Drakkar Productions, 2002]


HYMNS TO SATAN [7"EP, Iron Bonehead Productions, 2002]

ATAQUE PROFANO [CD, Klozed Circle, 2002]


THE BEAST HAS RISEN [CD, Drakkar Productions, 2003]


PURE FUCKING MAYHEM [Tape, SatanHades, 2003]


THE NAMELESS WRAITH [c/Urn] [LP, Iron Pegasus, 2004]


THE NAMELESS WRAITH [c/Urn] [CD, Iron Pegasus, 2004]


REMNANTS OF A PAST [7"EP, Global Terror Productions, 2004]


HYMNS TO SATAN [c/Xérion] [CD, Nigra Mors, 2005]


UNDER HECATE'S SPELL [CD, Sadolust Records, 2007]


UNHOLY SACRIFICE [c/Darkness] [CD, Aphelion Productions, 2007]


HELL-WITCH [7"EP, Iron Bonehead Productions, 2007]


HEXAGRAM [CD, Folter Records, 2007]


LIVE'95 [3"CD Single, Universal Tongue, 2007]


SATANIC BLAST [c/Thugnor] [CD, Drakkar, 2007]


THE BLACK METAL FLAME [CD, BlackSeed Productions, 2008]


BLACK X-MAS/HEXAGRAM [CD, Warkult Productions, 2008]


MCMXCIV-MMVIII [CD, Hard Rocker, 2008]


THUS REVEALED [CD, Alder Branch, 2008]


13 CANDLES (REHEARSAL 2005) [CDR, Edição de Autor, 2008]


SHADOW LAND [CD, Universal Tongue, 2010]


CHAOS UNDERGROUND [CD, BlackSeed Productions, 2010]


CHAOS UNDERGROUND [Tape, War Productions, 2010]


A TRIBUTE TO THE ANCIENT [Tape, Maltkross Productions, 2010]


BLASPHEMIC OFFERING [2xCD, Aphelion Productions, 2011]


LUSITANIAN BLACK FUCKING METAL [CD, Universal Tongue, 2012]


UNHOLY DEMON SEED [CD, Iron Blood Death, 2012]


A FEAST OF DECAY [CD, Nyarlathotep Records, 2012]


THE ANCIENT BRETHREN [CD, BlackSeed Productions, 2012]


FROM THE UNDERWORLD WITH HATE [c/Irae+Inquisitor] [CD, Helldprod, 2013]


INTO THE DEPTHS OF HELL [CD, Helldprod, 2015]

COMPILAÇÕES


THE BIRTH OF A TRAGEDY [2xLP, MTM, 1992]


TEACH YOUR SOUL WITH FIRE 01 [Tape, Lápide Productions, 1993]


LUSITÂNIA DARK HORDE [CD, Nightmare Productions, 2004]


A TRIBUTE TO OLD SCHOOL SPIRIT 02 [Tape, La Horde Noire, 2005]


PORTUGUESE NIGHTMARE: TRIBUTE TO MISFITS [CD, Raging Planet, 2005]


CÍRCULO DE FOGO 02: RITUAL [MP3, Círculo de Fogo, 2007]


COVERS, CU & MAMAS: O TRIBUTO IDEAL [CD, Hellxis Records, 2010]


BRINGERS OF BLACK DEATH [CD, Cold Breathe Of Silence, 2010]

PRESS
A Lei do Mais Forte, António Freitas, Blitz nº 628 de 12-11-1996
Entrevista Negra!, Cameraman Metálico, Raio X nº 29 de 05-03-2000
Negras Revelações, José Rodrigues, Blitz nº 808 de 24-04-2000
Dupla Infernal, José Rodrigues, Blitz nº 832 de 10-10-2000
Ramp vs Decayed: Round 1, Joaquim Pedro, Underworld nº12, 01-2004
Ramp vs Decayed: Round 2, Joaquim Pedro, Underworld nº13, 07-2004
Lay Down Your Soul, Ricardo Amorim, Underworld nº24, 07-2007
Quadro de Honra, José Miguel Rodrigues, Loud 142 de 01-2013

1 comentários:

HELL... disse...

Decayed NÃO acabou...
(em 2011 editaram e deram concerto).
Em 2012...