20 janeiro 2010

JARDIM LETAL / SWALLOW RAGE



Grupo originário de Vila Nova de Famalicão, anteriormente designado por Swallow Rage, e que foi constituído por Vítor Mesquita (voz), Rui Noite (bateria), Gorden (baixo), Rui Costa (teclas) e Francês (guitarra). Ainda que as suas raízes mais profundas estivessem situadas em 1989 num grupo chamado Cultura Geral, o projecto nasceu em Abril de 1992 com o nome de El Contado tendo, em 28 de Maio do mesmo ano, realizado o seu primeiro concerto no Concurso de Música Moderna de Vila Verde, como banda convidada. Após essa actuação alteram a sua designação para Swallow Rage, participando numa série de festivais locais de músic. Em 1994 participam no 7º e derradeiro Concurso de Música Moderna do Rock Rendez Vous, desta vez emitido na televisão pela RTP, tendo-se classificado em segundo lugar, o que lhes deu direito à gravação de um CD a editar pela moribunda Dansa do Som e com distribuição pela Movieplay. Uma vez que a gravação do CD exigia a alteração do nome do grupo - vá-se lá entender por quê! -, passaram a chamar-se Jardim Letal. Após o lançamento do CD, a banda realizou uma mini-tournée nacional, com concertos de norte a sul. Terminada essa fase, os músicos geraram entre si vontades antagónicas que não permitiram que conseguissem traçar um rumo comum em termos musicais e o projecto é extinto.

DISCOGRAFIA


SILÊNCIO [CD, Movieplay, 1996]

PRESS
O Mistério do Veneno, Jorge Manuel Lopes, Blitz nº 613 de 30-07-1996

2 comentários:

db disse...

parece-me forçado "moribunda Dansa do Som". O concurso foi organizado por Mario Guia, houve as reedições de alguns discos pela movieplay, e outras vezes falou-se da possibilidade de haver mais lançamentos.

Bourbonese disse...

É uma questão pertinente e discutível, sabendo-se dsa dificuldades da Dansa do Som que já não eram dessa altura. A editora já havia falhado compromissos assumidos com bandas anteriores, inclusive de forma pública. O RRV havia falido. Falar em novos lançamentos já seriam mais sob a tutela da Movieplay que da própria Dansa do Som que de editora já só tinha o nome.