14 fevereiro 2010

MLJ4



No seu primeiro registo, editado ainda não haviam terminado os anos 80, a música dos MLJ4, parecia cantada e tocada no fundo de um poço. O vocalista arrastava-se atrás da secção instrumental que se mostrava extremamente pobre. As letras eram miseravelmente pobres e estereotipadas e a secção de metais parecia querer seguir os passos dos Dexys Midnight Runners. O projecto dava a sensação de não acreditar em si próprio, ficando isso ainda mais evidente pelo facto de ter tido necessidade de colocar o rótulo "banda rock" na capa e contracapa do vinil que marcou a sua estreia discográfica. Não me deverei enganar se afirmar que a banda deverá ser de Braga, Guimarães ou Vizela, dadas as diversas referências encontradas nos seus trabalhos. O grupo era inicialmente formado por Luís Marinho (voz, guitarra), José Luís (baixo), José Faria (teclas), Guilherme Vieira (saxofone), Rui Almeida (trompete), José Manuel (trombone) e Carlos M (bateria), sendo que, aquando do seu segundo trabalho, já em plena década de 90, se havia registado novos membros: Miguel Ângelo (teclas), Nautílio (bateria), Joaquim Martins (baixo) e Carlos Pedro (trompete), em substituição de anteriores integrantes da banda. De referir ainda, a título de mera curiosidade, o facto de constar no seu primeiro disco uma incrível inscrição: "Desde já agradecemos a colaboração de todos os meios e poderes, de divulgação da música moderna portuguesa, relativamente a esta nova Banda Rock M.L.J.4"! Em meados da década de 90 o grupo ainda se mostrava vivo, tocando em feiras e bailes. Editaram um CD pela Discantus, apresentando na altura um pop mais corrigido que tanto denotava influências da malfadada "Música moderna portuguesa" como parecia soar a Delfins e ao seu pop redundante.

DISCOGRAFIA


AVENTUREI-ME [7"Single, Horizonte, 1988]


AVENTUREI-ME [CD, Discantus, 1996]

7 comentários:

lsd disse...

são tudo originais?

Bourbonese disse...

Sim. Não detecto covers nas diversas faixas.

lsd disse...

Pensei que o Pescador poderia ser versão dos Bramassaji.

No site http://www.digitaldevizela.com/2007/03/vizelenses-ilustres.html

Dr. BRÁULIO LAURO PEREIRA SILVA CALDAS (1861-1905) Poeta vizelense com temas gravados pelo grupo.

O facto de aparecer "banda rock" nas capas deve ser porque a editora Horizonte não costumava editar deste tipo de música. Embora tenha editado Xeque-Mate, Jarojupe

já agora: [erros de teclar] merca / constra

abelalves17 disse...

Mlj4 foram uma banda bastante popular, pois tinham uma música bem conseguida, as ajudas é que eram sempre poucas, e já na altura não bastava ter só talento ou música bem conseguida...A maioria das letras foram escritas por Luís Marinho. Um excelente músico e possuídor de uma voz única. Hoje em dia temos bandas portuguesas a passar na rádio comercial que não têm metade da criatividade e talento do que estes rapazes. Ass: Gaiolas

Anónimo disse...

De certeza que quem escreveu este artigo não percebe nada de musica.

Bourbonese disse...

Pode dizer-me objectivamente porquê? O que entende por "perceber de música"?

Faria Pedro Henriques disse...

Um dia , quatros amigos compram uma aparelhagem .
Por não saber tocar convidaram vários elementos para a banda .

O nome da banda e Manuel; Luís; e 4 José no vinil que foi lançado nos anos 80, foram os verdadeiros M.l.J.4 e os seus convidados de honra as letras sempre foram e sempre seram dos verdadeiros M.L.J.4 ( mais Luís Marinho, e Zé Luís e mais alguém …) de resto para acabar , anos 80 era difícil não havia qualidade de som .

Assim sendo alguém agradecesse aquilo que os outros foram capazes simplesmente , o meu PAI sente-se Orgulhoso bem ajam a todos um abraço a quem conheceu .