09 fevereiro 2010

NOVA GERAÇÃO

Apesar de no disco dos Nova Geração não constar qualquer data, não será difícil estar certo se dissermos que a banda fez parte do período do chamado boom do rock português, altura em que qualquer banda de baile vestia a fatiota de rocker e lançava um trabalho discográfico. Essa desconfiança tem origem não apenas no estilo de música que se pode ouvir mas igualmente no tipo de letras e temas abordados pelos pretensos artistas. O grupo Nova Geração é desinteressante, pondo em prática um pop rock linear e nada inventivo, detectando-se que os músicos deveriam ser integrante de algum grupo de baile apreciador de hard rock. As letras eram francamente más. A produção não existe. Em simultãneo, a linha de baixo é linear e nada inventiva. Encontra-se ainda o som de um saxofone, instrumento que dá alguma magia e cor a algo muito difícil de colorir. Faz-me lembrar, ainda que longiquamente, os Dexys Midnight Runners de boa memória. Para além de tantos factores desabonatórios, constata-se que os temas são todos muito iguais, demasiado monocórdicos. Constituiam a banda, José Marques (guitarra, voz), João José (baixo), Miguel (teclas), Filipe (saxofone) e Rui (bateria, voz). A produção foi da responsabilidade de Paulo Junqueiro, que mais tarde esteve ligado aos Xutos & Pontapés, tendo cabido a Jorge Barata a mistura das faixas.

DISCOGRAFIA


MULHER DA VIDA [7"Single, RCS, 1982]

8 comentários:

pds disse...

A editora também durou pouco tempo. Pelo nº indicado na rodela e comparando com outros discos da editora pode-se tentar chegar ao ano da edição.

Bourbonese disse...

Já agora, qual é o pretenso ano?

Eduardo F. disse...

http://mostraivos.blogspot.com/2009/08/nova-geracao.html

Serão os mesmos?

Bourbonese disse...

É bem capaz mas não quero arriscar. Mas, tendo em atenção a década e a designação deverão ser os mesmos.

pds disse...

Numa revista de televisão de fins de 1982 aparece de uma só vez a critica a dois singles da editora RCS: Quartzo e Nova Geração. A editora tinha lançado o "Movimento Sangue Novo" que permitia lançar discos enquanto houvesse dinheiro. Não sei se nessa altura já tinham de ser os músicos a avançar pra que pudessem gravar. Mesmo que tenha havido algum atraso no envio dos discos ou no aparecimento da critica apostava no ano de 1982.

Eduardo F. disse...

Boa informação, amigo pds

pds disse...

http://rocknoliceu.blogspot.pt/2012/08/nova-geracao-mulher-da-vida-1982.html

Parece que se confirma a edição em Novembro de 1982.

Edward Soja disse...

Bem, ou a informação do Blitz está errada, ou então, teria havido ourros Nova Geração. Aqueles eram de Condeixa, estes (diz no Há Rock no Liceu), de Moita / Sarilhos Grandes.

:)