14 fevereiro 2010

OLIVE TREE DANCE



Aparecidos quase do nada, os Olive Tree Dance tiveram uma formação clássica durante cerca de três anos e meio, constituída por Renato Oliveira (didgeridoo), Pedro Vasconcelos (bateria) e Tito Silva (percussão), surgindo regularmente como música convidada Maria Root (berimbau). Actualmente o grupo é formado por Renato oliveira (aka Oliver, didgeridoo), Magupi (multipercussão) e Hugo Danin (bateria). No conceito central da sua música encontramos uma busca às raizes de instrumentos ancestrais combinada com aquilo que o próprio grupo diz ser a inspiração futurista das máquinas sonoras do nosso tempo. Representa uma proposta alternativa para as pistas de dança do futuro – é o antípoda que eleva a energia electrónica à dimensão orgânica! A música é um misto de música de dança acústica baseada em ritmos tribais ancestrais dirigida não só aos apreciadores da chamada world music mas também a quem gosta de dançar sem preconceitos. Detectam-se ainda influências da música indígena brasileira e jamaicana, marcadas por um forte ambiente percussionista. Criados originalmente em 2003 por Renato Oliveira, os Olive Tree Dance gravaram em Liverpool um proto-álbum intitulado "Deep Inside the Organic" e que foi praticamente elaborado a solo pelo mentor do grupo. Em 2005 dá-se a participação no Festival "Andanças" onde a banda surge já no seu pleno conceito, integrando bateria e percussão. Após várias actuações ao vivo, surge, em 2009, a oportunidade de editarem o seu primeiro EP, "Urban Roots", que lançam através da Optimus Discos a convite de Henrique Amaro. O grupo tem-se apresentado um pouco por todo o mundo, nomeadamente na Índia, Brasil, Eslováquia, Holanda, Itália, Espanha e obviamente Portugal. Em 2010 editaram o seu primeiro trabalho de longo fôlego, "Didgeridoo Dance All Beauty!", um grande disco que merce ser escutado atentamente por encerrar uma nova sonoridade. Olive Tree Dance reproduz, totalmente em acústico, as sonoridades ancestrais do instrumento aborígene da Austrália chamado didgeridoo, combinando a inspiração da composição actual das máquinas sonoras do nosso tempo, representadas pela variada percussão do mundo e a força cardíaca do kit da bateria. Completamente fora dos padrões musicais a que estamos acostumados, estes elementos da natureza fazem desta banda um acto energético e poderoso.

DISCOGRAFIA


AIRPORT TUNNEL [CD Single, Edição de Autor, 2007]


WHERE'S THE PEACE [CD Single, Edição de Autor, 2008]


URBANO ROOTS [CD, Optimus Discos, 2009]


DIDGERIDOO DANCE ALL BEAUTY! [CD, Natural Groove, 2010]


SYMBOLOGY [CD, Natural Groove, 2014]

COMPILAÇÕES


NOVOS TALENTOS FNAC 2008 [2xCD, FNAC, 2008]


ROCK RENDEZ WORTEN [CD, Worten, 2009]

0 comentários: