11 abril 2010

SEQUOIA



Após a dissolução dos Cosmic City Blues, o seu vocalista, João Pedro Almeida, deu origem a um novo grupo, os Sequoia, onde pretendia implementar e explorar o conceito de composição de canções simples de formato tradicional, mas com uma musicalidade e som particulares. Inicialmente criados por João Pedro Almeida e Afonso Almeida, o projecto estava idealizado como assente em sonoridades acústicas e no eterno retorno à melodia e ao formato da canção. Os temas eram tingidos de uma melancolia acentuada, com recurso a alguns temas que haviam ainda sido compostos na fase Cosmic City Blues. A acompanha-los surgiam José João Cochofel (bateria, elemento dos U-Nu) e Pedro Braga (baixo, ex-Cosmic City Blues). Foi esta a formação que gravará "Fruit and Songs", o único registo fonográfico de longa duração editado durante a existência da banda e que foi produzido por Marsten Bailey. O disco que este para ser inicialmente lançado pela Revolver, terá afinal, em 1999, selo da Nortesul, editora ligada à EMI-VC que se mostrava muito activo por essa altura. Numa segunda fase, a banda sofre algumas mudanças no seu line up, actuando ao vivo no Porto e na cidade de onde era oriunda, Vila do Conde. João Pedro Almeida (voz), Paulo Praça (guitarras acústicas, guitarra eléctrica, coros, Turbo Junkie), Paulo Agra (guitarra eléctrica), Miguel Barros (baixo) e Rogério Santos (bateria, percussões) eram então os Sequoia. Frederico Guedes (Big Fat Mamma) constou também, nesta fase, num dos line ups do projecto.O projecto chegou a preparar o lançamento de um novo trabalho. O disco, que chegou a ser ensaiado por uma formação ajustada onde constavam JP Almeida, A.Almeida, Pedro Braga, Paulo Praça, Renato Dias e Nuno Couto, acabou por não ver a luz do dia.

DISCOGRAFIA


FRUIT AND SONGS [CD, Nortesul, 1999]


FRUIT AND SONGS EP [CD Single, Nortesul, 1999]

COMPILAÇÕES


TURBULÊNCIA [CD, Nortesul, 1999]

PRESS
Sequóia depois dos Cosmic, Amílcar Correia, Público nº2670 de 04-04-1997
A Máquina do Tempo avariou, Jorge Manuel Lopes, Blitz nº754 de 13-04-1999
As Raizes da Sequoia, Patrícia Lemos, Promúsica 30 de 07-1999

2 comentários:

Fruit disse...

... uma ou outra correção: A primeira formação gravou o CD. A segunda formação apresentada chegou a tocar ao vivo mas nao gravou e uma terceira formaçao (JP Almeida, AAlmeida, Pedro Braga, PPraça, Renato Dias e Nuno Couto) trabalhava num possivel segundo LP que nao chegou a ver a luz do dia.

Obrigado

Bourbonese disse...

Ajustamentos efectuados. Grandes saudades das vossas músicas. Que é feito do Paulo Agra que conheci numas férias em Vila do Conde e depois reencontrei no Porto nos tempos de Faculdade?