18 julho 2010

JONATHAN ULIEL SALDANHA



Jonathan Uliel Saldanha ou HHY é um multi-instrumentista, residente no Porto, ligado a inúmeros projectos ligados à música experimental. Assumindo influências das vertentes mais esquizofrénicas das sonoridades mais extremas, sempre se apresentou de mente aberta face à colaboração com umensos projectos. O que talvez seja mais conhecido será Mécanosphère, liderado por Benjamin Brejon. Mas já colaborou com uma infinidade de músicos, uns mais outros menos conhecidos: Damo Suzuky, Steve Mackay, Raz Mesinai, Vincent Patternostro, Scott Nydegger, Benjamin Brejon, Ripit, Ovo ou Ewen Chardronnet. Faz parte dos colectivos Soopa, Mécanosphère, Faca Monstro e Cabinet of Spectral Nautics e das bandas HHY & The Macumbas, Fujako, Herzbeat Hotel, F.R.I.C.S., Besta Bode e Mental Liberation Ensemble. O interesse do músico e produtor centra-se na exploração e na fusão de estilos sonoros, desde o trash jazz aos ritmos voodoo.

DISCOGRAFIA

EVE OF WIDE ISLAND IS NOT A CHILD ANYMORE [CD, Soopa, 2005]


UNITED SCUM SOUNDCLASH [CD, Soopa/Radom, 2005]


LIMB SHOP [Mécanosphère] [CD, Soopa/Raging Planet, 2006]

ABRAÇO VIVO [F.R.I.C.S.] [CD, Soopa, 2007]
BADAWI/RAZ MESINAI'S UNIT OF RESISTANCE [CD, Roir, 2007/2009]


MIX TAPE 01/02/03/04/05 [CDR, Faca Monstro, 2007/2010]


LANDFORM [Fujako] [2xLP, Digital, 2009]


HEXACOSIOIHEXECONTAHEXAFOBIA [7"Single, Lovers & Lollypops/Soopa, 2010]


THE EARTH IS A FLOATING EGG [CD, Soopa, 2010]


SEVAD KOOH [7"Single, Soopa/Urck Records, 2011]


TUNNEL VISION [LP, Cargo Records, 2016]

COMPILAÇÕES

RADIO WORM 68: SMOKE SIGNALS FROM PORTUGAL [CD, Worm, 2005]


NO NOISE IN PORTO 01 [CD, Let’s Go To War, 2005]

NO NOISE IN PORTO 02 [CD, Let’s Go To War, 2005]
RADON COMPILATION 2006 [CD, Radon, 2006]
DIG/FEED/SHIT [CD, Worm, 2006]
KIX-SHAKE 01 [CD, Soopa, 2006]


DYSTOPIC FUTURES [CDR, Soopa, 2009]

1 comentários:

erradiador disse...

viva,
não estive a ver com muita atenção, mas a última compilação apontada, não é uma compilação é um disco do Expeão. esse disco e o subsequente Maskhara - Reconstructed Versions, são das melhores coisas editadas em Portugal nos anos 00, na minha opinião. O Expeão é um músico muito conhecido dentro da área do hip hop, fazendo parte inclusivé dos Dealema.