28 agosto 2010

RAVEL



Aparecidos em 1989 em Oeiras, os Ravel foram a natural continuação musical de diversos grupos que há muito eram conhecidos no meio nacional. As primeiras sessões do grupo aconteceram com Francis (guitarra, ex-Xutos & Pontapés) e Pedro Defaro. Só depois se deu a entrada de Luís Simas e o convite feito a Maria León (voz) para que assumisse a parte vocal do projecto. A posterior entrada de Fernando Delaere para o baixo, fechou o colectivo que, não tardou muito, assinou contrato com a editora A&R. O lançamento do álbum de estreia dos Ravel ocorreu em 1991- "Quimeras" foi editado pouco antes do final do ano. Porém, apenas dois anos decorridos após esse momento, os Ravel voltaram a apresentar-se ao público com uma formação completamente renovada, sendo que os únicos resistentes eram Pedro Defaro e Maria Léon. A edição do segundo registo materializou-se em 1994. "Terra" contou já com a participação dos novos elementos, Emanuel Andrade, Luís Branco, Rafael Grácio, Adriano João e Rui Alves. [Mário Mesquita Borges]

DISCOGRAFIA


QUIMERAS [LP, Polygram, 1991]


REGRESSOS [7"Single, Polygram, 1991]


TOQUES DO INFINITO [7"Single, Polygram, 1991]


TERRA [CD, Polygram, 1994]


AVE ERRANTE [CD Single, Polygram, 1994]

2 comentários:

qim disse...

Não sei se não seria preferivel colocar apenas Polygram. Até parece que mudaram de editora. Penso que anos80 e A&r são erros de transcrição. Mesmo assim aparecendo Polygram e Vertigo parece que mudaram de editora. A utilização de etiquetas como Capitol ou Mercury tem mais com essas multinacionais do que com a história da música portuguesa mesmo que eventualmente etiquetas como Voz do Dono, Decca talvez (?)não possam ser usadas actualmente.

Bourbonese disse...

Tem toda a razão. Já procedi aos ajustamentos necessários. Obrigado.