02 janeiro 2011

OS STEAMER'S



Nascidos a partir das cinzas de Os Barões e, apesar de ter existido uma primeira versão da banda nascida em 1967, é consensual dizer-se que Os Steamer's nasceram em Algés em 1969. Da segunda e última formação constavam Dário Foito (bateria), Luís Ramos (aka Franjas, voz e guitarra, futuro OS70), Beto Romero (voz e baixo) e Victor Queiroz (aka Carocha, voz e orgão). Victor Queiroz abandonou Os Electrónicos no início de 1965, exausto com o facto do grupo andar em digressão há 2 anos. Pouco tempo depois integrou Os Pacles, designação retirada das Produções Arlindo Conde que apadrinharam o conjunto. Com Carocha estavam também Fernando Conde - filho de Arlindo Conde -, que era a estrela, António Montenegro (ex-Electrónicos), António Maurício e Fernando Maurício (ambos ex-Siderais). O repertório dos Pacles baseava-se na música dos The Searchers, conjunto inglês que na altura disfrutava de grande sucesso. Entretanto, os Siderais retomam a sua actividade e, sem Victor Queiroz, gravam em 1966 o sexto EP de Daniel Bacelar, após o que Victor Queiroz regressa ao conjunto para uma temporada até finais de 1968 no Maxime, em Lisboa. É mais ou menos nesta altura, talvez em 1967, que os Siderais gravam o EP com Victor Gomes. Carocha integra depois fugazmente o Conjunto de Correia Martins, de onde sai para integrar Os Steamer's em 1969. Os Steamers tocavam soul e blues e foram a banda residente no Caco e depois no Tosco, dois clubes lisboetas. De Verão faziam os cruzeiros da Companhia Nacional de Navegação no paquete "Moçambique". O grupo gravava as suas actuações ao vivo e um dia Francisco Nicholson e Armando Cortês ouviram as bobinas e quiseram gravar um disco na sua etiqueta, a Riso e Ritmo. O EP incluía três originais do grupo, compostos basicamente ao vivo. Carocha revelou recentemente que "os Steamer's eram uma banda estranha. Naquela altura vivíamos noutro planeta, procurávamos sons irritantes e letras cáusticas para chatear o sistema". Os Steamers acabaram no primeiro ano da década de 70. Alguém referiu que o seu som era estranho, hipnótico, sujo, foleiro, kitch, psicadélico e ácido, tendo sido verdadeiros outsiders num Pais cinzento e triste. Luís Ramos, membro da primeira formação, integrou posteriormente os Elo e os Ferro & Fogo, tendo gravado os dois primeiros singles deste grupo. Dário Foito foi membro dos 6 Latinos.

DISCOGRAFIA


I AM A CHANCHO [7"EP Riso & Ritmo Discos 1970

COMPILAÇÕES


MUSIC BOX 60's VOL.11 CD Jornal de Notícias/Movieplay 1997


PORTUGUESE NUGGETS VOL 2 LP Galo de Barcelos 2007

0 comentários: