08 março 2011

LAKRAU



A primeira formação dos Lakrau, grupo de trash metal nascido em Loures, remonta ao início de 1990, sendo composta por Carlos Pereira (aka Bé, baixo, voz) e João Silva (bateria, futuro Merciless Death), ex-músicos dos Massive Roar. A estes, juntou-se posteriormente Ricardo Santos (aka Índio, guitarra). Decorridos que estavam seis meses de ensaios, verificou-se a necessidade do grupo contar com mais um guitarrista, sendo integrado então para o efeito João Alves. Foi com este line up que se compuseram os primeiros temas do grupo. No final de 1990 o repertório era ainda escasso mas apto para ser apresentado ao público. Assim, em 9 de Fevereiro de 1991, os Lakrau tocaram pela primeira vez ao vivo, a convite dos Mantron, no recinto da Voz do Operário. Para além de originais da banda, tocaram ainda covers de "The Trooper", dos Iron Maiden e de "The Musical Death" dos Testament, desvendando grande parte das suas influências. A actuação reuniu um público considerável e fez nascer nos elementos uma vontade crescente de mais e melhor trabalho. Em 7 de Novembro actuam no Johnny Guitar, em Lisboa, onde apresentam novos temas e, cerca de um mês depois, é a vez de actuarem, com os Massacre, no Pavilhão da Associação de Moradores de Santo António dos Cavaleiros. Por essa altura, o grupo sentia-se preparado para gravar e não tardam a entrar nos Heaven Sound onde registam a faixa "Enemy" que surgirá integrada, em 1992, na compilação "The Birth of a Tragedy". Em 1 de Agosto de 1992 participam no Tramagal Thrash’92 realizado em Abrantes, partilhando palco com Thornado e Afterdeath. Continuam a apresentar temas novos e algumas covers. Desta vez o público é presenteado com "Mass Hypnosis", dos Sepultura, "Masked Jackal", dos Coroner e um "Rockaway Beach" dos Ramones. Em 1992, Carlos Pereira, abandona o grupo para integrar os Kussondulola, banda com a qual gravou 3 álbuns. O baterista João Silva deixou de tocar quando a banda deu por findas as suas actividades em Novembro de 1994. O grupo teve uma segunda fase e formação, durante o biénio de 1993-1994, após a saída de Carlos Pereira. Nessa altura, são incorporados o guitarrista João Paulo e o baixista João André que, mais tarde, farão parte dos Fallacy. É gravada em 1993 uma demo com dois temas, "Time Out" e "Endless Fall". Finalmente, João Alves, após o final dos Lakrau, esteve uns meses nos Fallacy e integrou os M.A.D., os The No-Counts Doctrine of Mayhem as mais recentes formações dos Peste & Sida.

COMPILAÇÕES


THE BIRTH OF A TRAGEDY [2xLP, MTM, 1992]

0 comentários: