08 março 2011

OS VODKAS



Os Vodkas, banda da Figueira da Foz, formaram-se por volta de 1965 e mantiveram-se bastante activos até ao ano de 1969. Praticantes de um som garage - em grande parte originado pela utilização de um órgão em fuzz -, apontava como seus mentores Bob Dylan e The Byrds. Os Vodkas tiveram origem no Conjunto Infantil dos Caras Direitas, uma agremiação com sede em Buarcos que se dedicava, na altura, a tocar em bailes de clubes recreativos. Convidados por José Sarmento, um comerciante figueirense, formaram então Os Vodkas, tocando os êxitos da época, no Verão no Casino da Figueira e, no Inverno, nos bailes de finalistas e dos clubes recreativos. O projecto foi inicialmente constituído por Fausto José Azul da Cunha e Costa (bateria), Ministro Pedro (aka Cafum, órgão), José António Pereira (voz), António Barreto da Silva (baixo) e Tomé (guitarra). Durante os anos seguintes houve grande rotação de músicos devido a divergências internas e também ao facto de alguns dos seus integrantes terem ido para o estrangeiro, fugindo assim ao serviço militar e à consequente guerra do Ultramar. Fausto da Costa já só participará parcialmente na gravação do único disco da banda, dado ter sido entretanto mobilizado para a tropa. O quinteto que, em 1969, teve honras de gravação do EP "Time Is Drawing Near" foi formado por António Manuel Barbosa Veríssimo (aka Mané, baixo), Norton de Matos Ferreira (guitarra), Tomé, Ministro Pedro (aka Cafum, orgão) e José António Pereira (voz). No final de 1969, o grupo era já apenas um quarteto, preparando-se para gravar um novo trabalho que nunca chegou a ser editado. Passarão ainda pelo grupo outros músicos como Maurício da Telecaster, Luís Alberto Mesquita da Costa (órgão)e Eugénio (aka Genito, futuro baterista dos Pops de Coimbra).

DISCOGRAFIA


TIME IS DRAWING NEAR [7"EP, Clave, 1969]

COMPILAÇÕES


PORTUGUESE NUGGETS 02 [LP, Galo de Barcelos, 2007]

0 comentários: