28 agosto 2011

HIST



Projecto nascido em Setubal em 1981 com um núcleo duro constituído por Abel Raposo e Eurico Coelho. Outros membros esporádicos se juntaram ao grupo ao longo da sua existência, sendo que um dos que merece referência é o do falecido Fernando Ganilho (percussões) dado ter feito parte do primeiro line-up da banda. Foram percursores, em Portugal, de um tipo de música semi-industrial baseado na colagem analógica de sons e processamento dos mesmos, ao estilo do que os Cabaret Voltaire e restantes membros da escola de Sheffield fizeram na Grã-Bretanha no final da década de 70. Aliás, em Portugal, ao estilo da old school, só os conheço a eles. Abel Raposo apresentava-se como o músico mais visceral da banda, sendo que o cérebro seria Eurico Coelho que mais tarde desenvolveria as suas actividades enquanto L'Ego. O projecto abrangia outras áreas de intervenção que não apenas a música, tendo em certa altura sido composto por oito pessoas. Até 1984 foram desenvolvendo peças sonoras rudes a que chamavam "Sessões Hist". Dessa fase resultaram uns quantos temas cuja selecção foi efectuada numa cassete que designaram "Selecção Pop 1981-1984" e que despertou, uns anos mais tarde o interesse à editora Facadas na Noite que começava a despontar. Nunca desprezando um grafismo cuidado - Eurico Coelho é designer e um artista reconhecido -, manifestamente provocador pela imagem, os Hist resumiam essa edição como um registo com interesse retrospectivo para que as pessoas pudessem contactar com o que designaram de folclore da música contemporânea em Portugal. Após 1984, cada um dos membros seguirá o seu caminho, experimentando e dando azo a que, cada um à sua maneira, pudesse evoluir. Em 1988, com o convite da Facadas na Noite os dois músicos resolvem voltar a juntar-se e apercebem-se que o resultado final é interessante e há imaginação para voltarem ao activo. Os meios eram outros, a experiência havia-se acumulado. Conjugando som e imagem, optaram por um estilo de composição sistematizada, ficando Abel Raposo na posição de compositor minimalista orgânico e Eurico Coelho como o sistematizador. O resultado era uma música total, sem referências óbvias aparentes, a milhas de distância do que outros projectos aparecidos nessa altura apresentavam. Editaram, pela Facadas na Noite "The Greatest Hist" e Biologia (esta um split entre Hist e L'Ego), bem como participaram na estreia vinílica da editora. Em 1990 é editada a cassete "Best off Hist" pela Facadas na Noite, trabalho que virá a ser reeditado mais trade pela Tragic Figures após o encerramento de actividade da editora de Braga. "Best Off Hist" contou com a produção de Miguel Carvalho (programação de ritmos e loops). "Os 12 temas são os mais densos registos deste projecto. Os delays arrastados e uma atmosfera apocalíptica erguem uma parede compacta de som referenciada como industrial, obscura e hipnótica." A sonoridade electro-industrial da banda assegura-lhes um feedback inesperado, o que os leva a participar em várias colectâneas nacionais e internacionais. "Bluff" de 1992 é lançado em regime de auto-edição, incluindo temas dos L'Ego e 7 faixas dos Hist. O registo foi gravado, novamente, por Abel Raposo (guitarra eléctrica, textos), Eurico Coelho (sampler, voz, textos e produção) e Miguel Carvalho (programações rítmicas). Já em 2003, praticamente toda a discografia do grupo (bem como da dos L'Ego) é temporariamente disponibilizada pelos próprios, em formato CD-R, tendo a distribuição cabido à Thisco.

DISCOGRAFIA


THE GREATEST HIST [Tape, Facadas na Noite, 1989]


BIOLOGIA [c/L'Ego] [Tape, Facadas na Noite, 1989]


BEST OFF [Tape, Facadas na Noite, 1990]


HIS NIGHTMARE [7"EP, Facadas na Noite, 1990]

BLUFF [Tape, Edição de Autor, 1992]


THE GREYTEST HIST [CDR, Edição de Autor, 2003]


BIOLOGIA [c/L'Ego] [CDR, Edição de Autor, 2003]


BEST OFF HIST [CDR, Edição de Autor, 2003]
BLUFF [c/L'Ego] [CDR, Edição de Autor, 2003]

COMPILAÇÕES


13 INCISÕES [Tape, Facadas na Noite, 1989]


INSÓNIA [Facadas na Noite, Tape, 1990]


ERECTOR [Tape, Facadas na Noite, 1990]


LABYRINTH 01 [Tape, Tragic Figures, 1990]


CORROSÃO CEREBRAL [Tape, K7 Pirata, 1991]


THISAGREE & SHADOW [CD, Underworld, 2007]

CASSETES
Selecção Pop 1981-1984 13 67:09 3
Demo Tape 1988 3 09:42 3

PRESS
HIST, Jorge Pereira, Die Neue Sonne nº4 de 12-1988

2 comentários:

residuo disse...

Caro Jorge,
o teu trabalho é admirável.
Obrigado pela bravura com que lutas pela inovação musical.
abraço.
abel

Bourbonese disse...

Meu Caro Abel,
Obrigado pelo comentário. Grandes saudades dessa época. Perdi o contacto mas vou certamente retoma-lo. Um grande abraço. Jorge