20 agosto 2011

MASSACRE



Os Massacre foram criados em Queluz, decorria o mês de Novembro de 1987. Praticantes de trash/speed metal, tinham na sua génese Paulo Oliveira (guitarra), Paulo Morais (guitarra), José Costa (baixo, voz) e Vasco (bateria). A sua estreia ao vivo deu-se em 26 de Junho de 1988 em Torres Novas. Cerca de um mês depois voltam a pisar o palco, agora no Cinema D. João V na Damaia, na companhia dos Valium e dos HSS. Vasco abandona o grupo em Novembro desse ano, sendo imediatamente substituído por Jorge Oliveira. Em Maio de 1989 o grupo actua com os Thormenthor na primeira parte da actuação em Portugal dos holandeses Thanatos. Um mês depois apresentam-se no Rock Festival da Amadora perante 2000 pessoas. Esse período é caracterizado por diversas actuações onde com excelente receptividade por parte dos headbangers, o que os anima para que, em Agosto, entrarem nos Edit Studios, na Amadora, local onde durante três dias gravam os temas que farão parte da sua primeira e única demo, "Mortal Remains". Durante a sessão de gravação, Paulo Morais abandona o grupo, o que obriga os Massacre a recrutar Paulo Almeida como novo guitarrista. Nova fase de actuações ao vivo se inicia, com passagem inevitável pelo Rock Rendez Vous onde, em 17 de Dezembro, partilham o palco com The Coven e já em 1990 abrem para os franceses Agressor. Em Março desse ano alteram o seu nome para Enforce.

DISCOGRAFIA


MORTAL REMAINS [Tape, Edição de Autor, 1989]

0 comentários: