15 agosto 2011

OUT STANDING



Nascidos em Castelo Branco em Novembro de 1997, os Out Standing tinham na sua formação inicial Carlos Nunes (guitarra), Leonel (guitarra), Marco (voz), Francisco Carriço (bateria) e Paulo Veiga (baixo). Passado algum tempo mudaram de vocalista, tendo entrado Sérgio Conceição (voz) e José Araújo (voz). Em Setembro de 1998, Leonel abandona o grupo, dando-se a entrada de João Vasques (guitarra). É com esta formação que os Out Standing estabilizam o seu line-up. Após terem actuado em muitos palcos um pouco por todo o país, gravaram em Agosto de 1999 a sua primeira demo-tape, "Time Will Say" que, segundo os seus elementos, vendeu cerca de 400 cópias em países como Portugal, Espanha, Brasil ou Bélgica. Desse trabalho foram extraídos vários temas que integraram em diversas compilações como a "Raia Tone", "Steel Attack II" ou "Promúsica 44". Em Abril de 2000, o grupo aluga o estúdio Y2K com vista à gravação de "Price of Gain", um tema destinado à sua promoção. Esta faixa será incluída no CD colectânea "Promúsica 47", bem como noutras edições menos conhecidas ("Raia Lab", "Big Tiger", "Mad Fish Music" ou "Red Empire"). Em 2001, os Out Standing assinaram pela espanhola Fonomusic e iniciam o processo de gravação daquele que seria o seu primeiro álbum, "Increasing The Cabal". No seguimento da sua edição, o trabalho da banda é dissecado numa série de revistas nacionais e estrangeiras, bem como consegue obter exposição nalguns programas de televisão ("Curto Circuito" na SIC Radical, no Sol Música ou na RTP).

DISCOGRAFIA


TIME WILL SAY [CDR, Edição de Autor, 1999]
PRICE OF GAIN [CDR, Edição de Autor, 2000]


INCREASING THE CABAL [CD, Fonomusic, 2001]

COMPILAÇÕES


RAIA TONE [CD, EdiRaia, 2000]


PROMÚSICA 44 [CD, Promúsica, 2000]

RAIA LAB [CD, EdiRaia, 2000]


PROMÚSICA 47 [CD, Promúsica, 2000]


DELFINS NOT DEAD [CD, Lotus Records, 2004]


SUPER CASTELO BRANCO [CD, Skud & Smarty, 2005]

PRESS
Destaques, Promúsica 44 de 09-2000
Rebeldes Com Causa, Patrícia Lemos, Promúsica 54 de 07-2001
Em Entrevista, Alexandre Martins, Raio X nº 50 de 12-2002

0 comentários: