13 agosto 2011

PESTE & SIDA



Os Peste & Sida participam no 4º Concurso de Música Moderna do Rock Rendez-Vous, mas entretanto conseguem contrato de gravação com a independente Transmédia e editam o LP "Veneno" em 1987.A banda começa a dar muitos espectáculos e faz algumas primeiras partes dos Xutos & Pontapés, entre outros. Sai "Portem-se Bem", o segundo álbum de originais (1989). Lançam ainda o Maxi-Single "Reggaesida", em 1989, já sem Orlando Cohen. Ao mesmo tempo que João Pedro Almendra abandona, a banda prepara o seu novo trabalho discográfico, que sai em Abril de 1990, com o título "Peste & Sida é Que é". Entra, como segundo guitarrista, (vindo dos Vómito), Nuno Rafael Raposo abandona a bateria e para o seu lugar entra Marco, ainda a tempo de participar nas gravações do próximo álbum do grupo, "Eles Andam Aí" em 1992. Em 1993 é editado o disco "O Melhor dos Peste & Sida", que é um somatório dos dois discos gravados para a editora Polygram. Para o grupo entram João Cardoso (teclas) e Sérgio Nascimento (bateria), este último a substituir Marco. O grupo, com esta nova formação toca no Terreiro do Paço, em Lisboa, nas comemorações do 25 de Abril, e apresenta uma versão de Bully Bully, clássico do rhythm'n'blues que intitulam Bule Bule. Em 1994 participam no disco e no concerto de homenagem a José Afonso com a sua versão de O Homem da Gaita. Desde 1991, o grupo começara a ter uma actividade paralela sob o nome de Despe & Siga, interpretando versões em português de clássicos do rock. Durante algum tempo existiriam os Peste e os Despe, até que João San Payo entra em ruptura com os restantes membros do grupo, por ser o único a querer manter os Peste & Sida. Tentou a reunião com Orlando Cohen e Fernando Raposo fazendo a banda sonora de Crime e Castigo, de Dostoievski, numa peça na Mala Posta. Não surtiu efeito a reunião mas ficou material que San Payo guardou e que sairá mais tarde no disco "Tóxico". Esta edição de autor, gravada nos estúdios Crossover, em Linda-a-Velha, contou com a formação: João San Payo (voz e baixo), Orlando Cohen (guitarra), João Alves (guitarra, voz) e Marte Ciro (bateria e voz). Na actualidade a banda conta com João Pedro Almendra na voz, tendo sido convidado para o concerto de estreia no Santiago Alquimista, e para o Hard Club, no Porto, ainda em 2003. Manteve-se como convidado entre 2004/2005 tocando paralelamente com os Punk Sinatra. Em Dezembro de 2005 regressa definitivamente, enquanto Orlando Cohen sai. A banda comemorou 20 anos de existência em 2006 e continua no activo.

DISCOGRAFIA


VENENO [LP, Transmédia, 1987]


PORTEM-SE BEM [LP, Polygram, 1989]


HOMEM DE SORTE [12"Maxi, Polygram, 1989]


PESTE & SIDA É QUE É! [LP, Polygram, 1990]


ELES ANDAM AÍ! [LP, BMG, 1992]


TU QUERES ECUS [12"Maxi, BMG, 1992]


ORGIA PAROQUIAL [12"Maxi, BMG, 1992]


O MELHOR DOS PESTE & SIDA [CD, Polygram, 1993]


BULE! BULE! [CD Single, BMG, 1993]


A VERDADEIRA HISTÓRIA [CD, Universal, 2002]


FUNKY RIOT [CD Single, Compact Record, 2003]


TÓXICO [CD, DAS, 2004]


CAI NO REAL [CD, Espanta Espíritos, 2007]


SOL DA CAPARICA NA MINHA BICLA [CD Single, Ageneal, 2009]


NÃO HÁ CRISE [CD, Raging Planet, 2011]


BANDAS MÍTICAS [CD, Levoir, 2011]


VENENO [Reissue] [CD, Rastilho Records, 2015]


PORTEM-SE BEM [Reissue] [CD, Rastilho Records, 2015]


SPLIT [c/Albert Fish] [12"Maxi, Dog City Records, 2016]


30 ANOS A ROCKAR [CD, Blitz, 2016]

CASSETES
Rock Rendez Vous, Lisboa 1988 (5 Temas, 18:48)

COMPILAÇÕES


JOHNNY GUITAR [CD, EMI-VC, 1993]


OS FILHOS DA MADRUGADA CANTAM JOSÉ AFONSO [2xLP, BMG, 1994]


ROCK SOUND 15 [CD, Rock Sound, 2004]


O MELHOR DO POP PORTUGUÊS 1985-1990 [CD, EMI, 2005]


TOCABRIR 2005 [CD, CM Lisboa, 2005]


ENTULHO SONORO 03 [CD, Underworld, 2007]


ATAQUE FRONTAL [2xCD, Impulso Atlântico, 2008]


RARIDADES 01 [7"EP, Infected-Zerowork, 2009]


GOTH N ROCK 03 [CD, Raising Legends, 2011]

CURIOSIDADES


ESCÂNDALO ROCK [CD, Discossete, 1997]

PRESS
Pregos, Pragas e Preces, Jorge Pires, Blitz nº 60 de 24-11-1987
Peste & Sida Expresso, José Faísca, LP nº 7 de 15-12-1988
Os Próximos a dar Cartas, João Duarte, LP nº 8 de 21-12-1988
Depois dos Factos, José Faísca, LP nº 19 de 09-03-1989
Os Hooligans do Rock, Tiago Baltazar, Blitz nº231 de 04-04-1989 [CAPA]
Portem-se Mal, João Pedro Costa, LP nº24 de 13-04-1989 [CAPA]
Depois dos Factos, José Faísca, LP nº 24 de 13-04-1989
A Banda de todos os Perigos, Paulo Santiago, Blitz nº 233 de 18-04-1989
O Som da Peste, Jorge Pires, Blitz nº 257 de 03-10-1989
Começou o Campeonato, Fernando Santos Marques, Blitz nº 282 de 27-03-1990
Ser Peste ou Não, Fernando Marques, Blitz nº 283 de 03-04-1990 [CAPA]
O Rock faz Mal?, António Pires, Blitz nº 397 de 09-06-1992 [CAPA]
Faz-me festas no Jardim, Miguel Francisco Cadete, Blitz nº 409 de 01-09-1992
Sem Corantes nem Conservantes, António Pires, Blitz nº 440 de 06-04-1993
Sétimo Aniversário, Blitz nº 464 de 21-09-1993
Uma História de Verdade, Sónia Pereira, Blitz nº 940 de 12-11-2002
Estamos aí para Rockar!, Joaquim Pedro, Underworld nº 11 de 07-2003
Eles Voltam a Andar Aí, Blitz nº 986 de 23-09-2003
A Verdadeira História é Hoje, Pedro Trigueiro, Rock Sound nº 15 de 02-2004
Rock de Combate, Luís Oliveira, Underworld nº 24 de 07-2007

0 comentários: