04 março 2012

POP WILL EAT ITSELF

Percebem finalmente porque os Tozés Britos da Indústria Discográfica a destruiram? O estudo data de 03 de Dezembro de 2002 e veio publicado no jornal Blitz. Andaram anos e anos a sugar os melómanos e agora ainda se queixam? Queixam-se de quê? Das pessoas terem aberto os olhos?

3 comentários:

Anónimo disse...

Parece interessante e gostava de ler mas neste tamanho é impossivel...podia pôr em tamanho maior?
Obrigado.

rr disse...

Com o botão direito do rato abra a ligação numa nova janela e grave o ficheiro porque obtém a imagem de maior dimensão. O artigo é apenas a constatação de que discos iguais tem preços muito distintos em locais distintos. Isto foi sempre assim e com a internet ainda mais se constata.

Aproveitando o post: a imagem do cabeçalho apesar de interessante não parece de pessoas portuguesas. O que dizem sobre isto os responsáveis do blog?

Bourbonese disse...

Não concordo! Não é a constatação da diferença de preços que choca. São os próprios preços que chocam! Tem a noção do custo de produção de um CD e das margens que estão implícitas nos que são apresentados? Tem a noção dos preços que eram praticados noutros mercados à data do estudo? Sensivelmente metade e estamos a na presença de países e de mercados com níveis de vida muito mais elevados que o de Portugal. Hoje, com a globalização, o fenómeno atenuou-se mas continua a assistir-se à manutenção da tendência.

Relativamente à questão da imagem apresentada, ela pretende ser rotativa se bem que na realidade ainda não houve tempo para o aplicar. Não se optou por colocar uma imagem de uma banda portuguesa para que o blogue não ficasse demasiadamente conotado com algo muito concreto. A questão também não me parece ser relevante, mas respeito a sua opinião.