21 abril 2012

PURO EXEMPLO



Oriundos de Lisboa e praticantes de uma sonoridade pop-rock, os Puro Exemplo tiveram a sua estreia discográfica em 1998, com o álbum intitulado "Tudo Bons Exemplos". A edição coube à Pex, uma editora discográfica criada pelo próprio grupo. Com o lançamento de dois videoclips de temas desse álbum, "Vais Ver" (no Verão de 1998) e "Estação das Memórias" (início de 1999), os Puro Exemplo atingiram vendas consideráveis para uma banda em início de carreira. Durante a digressão de apresentação do álbum, o grupo relança o CD fazendo destacar novos singles, conseguido um bom airplay nas rádios. O ano 2000 oferece um novo trabalho da banda, "Viragem", que se caracterizava por uma evolução quer na imagem, quer na sonoridade. Os singles "Space (Vou Entrar)" e "És Ruína" foram, em certa medida, verdadeiros trampolins para o sucesso do seu longa duração seguinte, que contou com a participação especial no saxofone de Gui (Xutos & Pontapés). As influências dos Puro Exemplo eram bastante diversificadas, pelo que lhes é difícil assumir alguma banda como referência. Mesmo assim, referia Xutos & Pontapés, Clã, U2 ou Limp Bizkit como referências. Os espectáculos que mais marcaram a banda realizaram-se na Voz do Operário e na Expo'98 (Praça Sony). Em 1999 realizaram, no Teatro Maria Matos, um concerto acústico a favor de Timor, que contou com a participação de Jorge Palma. De 2000 ficou-lhes na memória o Festival da Cerveja de Penalva do Castelo. O projecto era constituído por Paulecas (baixo, voz), Fernando (guitarra), Carlos (guitarra) e Alfredo (baixo).

DISCOGRAFIA


TUDO BONS EXEMPLOS [CD, Pex, 1998]


VIRAGEM [CD, Pex, 2000]


TENS O MUNDO A TEUS PÉS [CD, Vidisco, 2002]


LIVRE TRÂNSITO [CD, Vidisco, 2003]

COMPILAÇÕES


PROMÚSICA 24 [CD, Promúsica, 1999]


PROMÚSICA 50 [CD, Promúsica, 2001]

PRESS
Destaques, Promúsica 24 de 01-1999
Tempo de Mudança, António Conceição, Promúsica 50 de 03-2001

0 comentários: