07 setembro 2013

ARKHAM HI-FI


Os Arkham Hi-Fi (ou Arkham Hi*Fi) foram uma dupla formada por Buddah (Rui Miguel Abreu, ligado a editoras como Kami'Khazz e a Loop Records, e também prolifíco crítico em diversas revistas e jornais) e Jaws T (membro do grupo Líderes da Nova Mensagem). Tomando como ponto de partida o hip-hop abriam-se à contaminação de vários tipos de música, como o jazz, o lounge e a electrónica experimental, forçando a colisão de correntes musicais que à partida pareciam incompatíveis e assim procurando alargar as margens do hip-hop. Os Arkham Hi-Fi funcionavam através das sinergias criadas entre ambos, um sugerindo uma ideia e o outro levando-a mais longe, raramente terminando uma música que mantivesse o ponto de partida. A maioria da pesquisa para encontrar loops ficava a cargo de Buddah, enquanto Jaws T era responsável pela maior parte da vertente técnica. Ao longo da sua existência, os Arkham Hi-Fi fizeram diversas remisturas de temas como “O Funk é mem´bom” dos Cool Hipnoise (incluído na edição especial de "Nascer do Soul"), os temas “Mes Deux Tourne-disques” (inserido no CD-EP "Mes Deux Jours") e "Tristesses de la Lune" (segundo tema do CD-EP "Relook") ambos dos Cello, “Living Room” dos Belle Chase Hotel (incluído na edição especial do CD Fossanova). Também partilharam experiências e colaborações com bandas como os Hipnótica, os Supernova e Coldfinger na reconstrução dos seus temas. Sendo essencialmente um projecto de estúdio, sempre ambicionaram traduzir para o palco o trabalho desenvolvido, apresentando-se em espaços como a Sala Polivalente do CAM da Gulbenkian, no Festival de Vilar de Mouros e num pequeno palco inserido na Queima das Fitas de Coimbra. A experiência de tocar num Festival não foi muito satisfatória, pois a sua música não obedecia aos padrões habituais das pistas de dança, sendo melhor fruída em espaços mais pequenos com o público sentado, permitindo estar atento aos pequenos detalhes dos seus temas. Ambicionavam tocar na sala da Cinemateca, pois seria o cenário ideal para a sua música, idealmente a tocarem ao vivo a banda sonora de um filme, fosse ele um clássico do cinema mudo ou uma amálgama de imagens de Manga japonês. A matéria-prima dos Arkham Hi-Fi baseava-se no lado arqueológico da procura de discos de vinil onde pudessem retirar samples que seriam utilizados no seu trabalho, embora, por vezes, necessitassem de um instrumento convencional como uma determinada linha de baixo para concluírem um tema. No que toca a afinidades e influências musicais apontavam DJ Vadim, DJ Shadow, as colaborações de Brian Eno com David Byrne, DJ Grasshopa, bem como Stockhausen e Pierre Henry.

DISCOGRAFIA

THE OUT THERE EP [EP, Kami'Khazz, 1998]
EARLY FUCK UPS [Flexi-Disc, Número Magazine, 2000]

COMPILAÇÕES


TEJO BEAT [CD, Nortesul, 1998]


TEJO BEAT [CD Single, Nortesul, 1998]


HOME LISTENING [CD, Kami'Khazz, 1999]


NORTESUL ON REMIXING [CD, Nortesul, 2000]


PRESS ON 03 [CD, Nortesul, 2000]


BASE ONE: PARADOX CITY [CD, Base Recordings, 2005]

PRESS
Em Busca do Sample Perdido, Isilda Sanches, Número Magazine nº 6, Verão 2000

4 comentários:

aqe disse...

http://mp2000.no.sapo.pt/ahf.htm

Estava a comparar os dados e não consegui saber se o "Relook" tem alguma remistura do "tristesses de la lune" feito pela dupla. Como não são assim tantas aconselhava a indicação das remisturas e dos discos onde se encontram pois algumas apareceram em edições limitadas (CHN, BCH por exemplo). No disco do tejo beat não referem que é uma colaboração com Ithaka.

aqe disse...

"Relook"
EP Independent Records, 1998

2 - Tristesses de la lune (Tristesses dub)
Faixa 2 remisturada por Arkham-Hi*fi (DJ Jaws.T & Buddah)

http://arquivo.pt/wayback/wayback/20120121142901/http://www.cello.20m.com/Relook.html

para completar informação sobre compilações dos Cello em

http://arquivo.pt/wayback/wayback/20120121125228/http://www.cello.20m.com/_discografia.htm

aqe disse...

A página dos cello no discogs não tem referências aos Arkham Hifi nos discos Mes Deux Jours (Mes Deux Tournes-Disques) e Relook (Tristesses).

erradiador disse...

agradeço os comentários e acrescentei a informação sugerida relativamente às remisturas. a restante informação sobre colaborações, etc. pode facilmente ser visualizada nas imagens inseridas na discografia.
cumprimentos.