23 dezembro 2013

MARÇAL DOS CAMPOS



Marçal dos Campos é, na realidade, João Marçal. Quando chegou a altura de apresentar o seu projecto musical ao público, Marçal teve a necessidade de criar um pseudónimo e João Marçal era sério de mais para o tipo de abordagem que pretendia fazer: ficou o "Marçal", tirou o "João" e acrescentou o "dos Campos", parecendo-lhe perfeito na altura pois conseguia simultaneamente conservar a sua identidade e criar uma pequena distância. Licenciado em pintura e artista com créditos firmados no panorama portuense, desde cedo se aventurou também nas lides musicais. Passou pela fase das bandas punk, criou com João Alves Marrucho um projecto dedicado às pistas de dança a que chamaram Ana Campos mas a decisão de explorar o campo da música electrónica deveu-se à influência de Pedro Tudela, o seu primeiro professor de pintura. Como refere, "a música que faço acaba por se encaixar na mesma estrutura de subversão do meu trabalho como artista, mas nunca chegou a ter a seriedade suficiente para ser colocada ao mesmo nível, apesar de considerar cada vez mais essa hipótese. Há níveis de pesquisa que nunca conseguiria encontrar na música, só os consigo explorar no campo das artes visuais que, sinceramente, acho que é a minha especialidade". Em 2006 estreia-se editorialmente, pela extinta Astato, com o EP intitulado "Nova Emoção". Num artigo do jornal "Expresso", Jorge Manuel Lopes descreveu-o como "um delicioso EP com quatro momentos pop instrumentais coloridos, com melodias simplificadas e um tom geral de nostalgia analógica a cheirar à plasticidade de Jean Michel Jarre, Kraftwerk e Air". Marçal dos Campos já tentou definir o seu estilo por diversas vezes: Pimba Super Sónico, Nova Emoção ou Pop Sintético Ultra Melódico. Quando se ouvem os temas de Marçal fica-se com a sensação de reconhecimento das melodias, o que coloca a dúvida sobre se as composições partem de outros sons ou se o autor os combina com melodias próprias. Marçal dos Campos explica a opção da seguinte forma: "podes dividir a minha música em três partes, os originais, os covers, e os semi-originais, nos quais existe sempre um resíduo de outro som conhecido". Não se estranha, portanto, que o autor tenha estado na altura envolvido no projecto a que chamou "Propostas de Hinos para a Europa", uma compilação de propostas de hinos para todos os países da Europa. Relativamente aos originais e semi-originais, são ambos fruto do mesmo processo de trabalho. O músico confessava que andava sempre a trautear mentalmente músicas pop, daquelas que ficam mesmo no ouvido, depois ia transformando-as progressivamente, reduzindo-as ou a um original ou a um semi-original, dependendo do grau de abstracção que conseguia gerar. O segundo trabalho de Marçal dos Campos, "Três Anos de Pop Sintético Ultra Melódico" apresentou já melodias pop, clássicas ou kizomba, denotando contudo uma exploração de sons mais electrónicos. O disco foi lançado na condição de edição própria para o Festival Sincero realizado no Porto em 2008. A este, seguiu-se "Hinos para a Europa dos 27", uma edição de autor lançada no âmbito do projecto Days Off Sound ocorrido também no Porto nesse mesmo ano sob coordenação de Ana Borralho e de João Galante) e ainda "On Man One Reason", novamente editado pelo próprio em 2009. Deste último, foi feita um lançamento especial de luxo com tiragem limitada a 100 exemplares onde era incluida a obra completa até à data (2005-2009) numa caixa com 4 CDs. Quanto a lançamentos de menor duração, a discografia de Marçal dos Campos conta com "Gaia", lançado em 2008; "25 de Abril em Paris" editado em 2009 a expensas próprias para o Espaço Campanhã e "Cubo Mágico", nova edição de autor com remixes de Ghuna X, Solo Combo e Tiago. O artista tem regular actividade ao vivo, constando no seu curriculum actuações no Passos Manuel, Festival Sincero, Cabaret Maxime, Espaço Campanhã, Berlim, Plano B, Auditório da Casa das Artes de Famalicão, Matéria Prima ou Candelabro.

DISCOGRAFIA

NOVA EMOÇÃO [CDR, Ástato, 2006]


TRÊS ANOS DE POP SINTÉTICO ULTRA MELÓDICO [CDR, Edição de Autor, 2008]


HINOS PARA A EUROPA DOS 27 [CDR, Edição de Autor, 2008]


GAIA [CDR, Edição de Autor, 2008]


25 DE ABRIL EM PARIS [CDR, Edição de Autor, 2009]


CUBO MÁGICO [CDR, Edição de Autor, 2009]


ONE MAN ONE REASON: 2005-2009 [4xCDR, Edição de Autor, 2009]


MORENGOS [CDR, Edição de Autor, 2010]

COMPILAÇÕES


21 ANOS DE MPD [MP3, MPD, 2011]

0 comentários: