31 março 2014

THE STARVAN



Formados em Lisboa em meados de 2002 por Rodrigo Fortes (voz), Pedro (guitarra), David Gama (aka Candies, baixo) e Tiago (bateria), os Starvan caracterizaram-se por praticar um punk pop melódico bem ao estilo californiano seguindo, em certa medida, a onda dos Fonzie. Ritmos intensos que ganham forma pela voz, baixo e bateria fortes, guitarras melodiosas, eis a fórmula tantas vezes repetida por milhares de bandas iguais numa altura de pós grunge. Após gravar um EP promocional e de terem expelido o teledisco de "Hate/Love", o grupo começou a atrair a atenção de uma certa franja de público juvenil mais vocacionado para estes fenómenos passageiros. O caminho foi, contudo, não linear e em Julho de 2003, o baterista Tiago e o guitarrista Pedro abandonam o grupo evocando motivos profissionais. Já com Yogui na bateria, não desistem e lançam-se à estrada em Agosto numa "Club Tour" que passa por Espanha. Em Outubro de 2003 é a vez de um novo guitarrista, Nelson Patrão, integrar o projecto, seguindo-se a desejada entrada em estúdio para gravar o primeiro longa-duração. A produção de "Shot The Prize" fica a cargo de Miguel Marques (membro dos Easyway, Devil In Me, The Aster, More Than a Thousand) que procura conferir ao som dos Starvan as famigeradas características do punk pop. Com o álbum nas mãos, a banda edita o primeiro single, "These Lines (Are Not That Straight)", acompanhado do videoclip do mesmo. O single seguinte será "For This I´m Sorry". Entretanto, novamente trilhando o percurso dos Fonzie, conseguem que o disco seja editado no Japão pela editora Kick Rock Music. Durante 2006 gravam o seu segundo álbum e fazem a sua primeira Tour por terras nipónicas que consta de seis datas. No último dia pelo oriente tocam no festival "MTV Street Calling 2006" para cerca de 5000 pessoas. Por essa altura, David Gama e Nelson Patrão integram a banda dos "Morangos com Açúcar" assumindo, respectivamente, os papeis de Sérgio e Link!... Já em 2007 assinam com a Som Livre para edição nacional do CD "Songs for Tracy". A formação sofre mais uma mudança com a entrada de Kiko (bateria) para o lugar deixado vago por Yogui e com uma segunda guitarra nas mãos de Nuno Matos, permitindo que Rodrigo assuma apenas a parte vocal. "O Rock é uma questão de atitude e isto é a nossa vida, então será sempre Death or Glory", apregoava, na altura, o vocalista. Após a dissolução do projecto, três quartos dos seus membros - Rodrigo, David e Nelson - criaram os 4Taste, banda de telenovelas que por aí andou durante uns tempos. Rodrigo Fortes foi também vocalista dos Angry Odd Kids.

DISCOGRAFIA


SHOT THE PRIZE [CD, Rastilho, 2004]


FOR TRACY [CD, Som Livre, 2007]

COMPILAÇÕES


ATAQUE FRONTAL [2xCD, Impulso Atlântico, 2008]

PRESS
Sintetizador, Ana Markl, Blitz 1015 de 13-04-2004
Rádio Punk, Pedro Trigueiro, Rock Sound nº 22 de 11-2004

0 comentários: